Por onde anda as integrantes da banda The Runaways?

The Runaways foi uma banda de rock dos Estados Unidos. A banda tornou-se famosa por ser uma banda composta somente por mulheres que tocavam rock and roll. Entre suas canções mais conhecidas estão "Cherry Bomb", "Queens of Noise" e "Born to be Bad". Em sua curta jornada, o grupo fez carreira nos Estados Unidos, Europa e Japão.

A ideia inicial de criar uma banda só de garotas foi de Joan Jett. Então encontrou com Kim Fowley e falou sua ideia. Assim ele apresentou a baterista Sandy West à guitarrista Joan Jett. Chamaram ainda a baixista Micki Steele, sem esquecer da compositora da banda Kari Krome. Ao final do ano de 1975 estava formado o grupo de três garotas chamado "The Runaways".

Começaram a fazer alguns shows na Califórnia, e em 1976 a banda cresceu. Entraram a guitarrista solo de dezesseis anos Lita Ford e a cantora principal Cherie Currie. Além disso a baixista Micki Steele deixou a banda, sendo substituída por Jackie Fox. Com essas mudanças a banda atingiu grande sucesso. No mesmo ano, gravaram pela Mercury Records seu disco de estréia, intitulado "The Runaways". Do disco saiu o sucesso "Cherry Bomb", e a banda saiu em turnê nos EUA, cujos shows costumavam ter ingressos esgotados. Elas também fizeram a abertura de shows de bandas já consagradas como Van Halen.

 

Em 1977 lançaram seu segundo álbum, chamado "Queens of Noise" e então começou a turnê mundial. No desembarque em um aeroporto do Japão, tinha tanta gente, que Joan Jett descreveu depois como sendo algo parecido com a Beatlemania. Tiveram muito espaço na TV japonesa, ganhando um álbum ao vivo. Ainda no Japão, Jackie Fox deixou a banda. Joan Jett assumiu os baixos temporariamente, e ao voltarem foram ocupados pela garota de dezessete anos Vickie Blue.

Então, a cantora Cherie Currie deixou a banda, e Joan Jett, que fazia a segunda voz, assumiu o vocal principal. A banda gravou seu terceiro álbum de estúdio "Waiting For The Night" e começou uma turnê mundial com a banda punk Ramones.

 

Em 1978, desacordos de ordem financeira fizeram as Runaways e Kim Fowley romperem com suas relações empresariais. O grupo contratou um novo empresário, que também trabalhava para o grupo Blondie e Suzi Quatro. Romperam suas relações também com a gravadora Mercury. Houve troca de acusações entre a banda e o ex-empresário. A baixista Vickie Blue deixou o grupo, sendo substituída por Laurie McAllister. Gravaram então seu último álbum "And Now... The Runaways".

A banda acabou oficialmente em 1979, por causa de problemas internos e externos. Havia muitas críticas da imprensa americana, que não estava preparada para ver garotas adolescentes com atitude, que escreviam e tocavam as próprias músicas e seus próprios instrumentos. Existiam também os problemas internos de constante troca de integrantes, e sub-gênero do rock a ser seguido. Joan Jett, guitarrista base, preferia o punk, enquanto Lita Ford tinha preferência pelo Heavy Metal. A banda acabou, mas deixou a mensagem principal de que mulheres podem fazer Rock.

 

Após o fim da banda

Após o término do grupo cada integrante seguiu em carreira solo, formou uma nova banda, ou mudou de profissão:

Joan Jett

Joan Marie Larkin continuou a tocar guitarra e formou uma nova banda, chamada Joan Jett & The Blackhearts, e fizeram sua própria gravadora em 1980. Joan Jett foi uma das ex-integrantes que melhor se recuperou. Regravou a clássica música I Love Rock 'N' Roll da banda britânica The Arrows, e emplacou outros sucessos como "Bad Reputation", "Crimson and Clover" e "I Hate Myself For Loving You".

Joan Jett foi a fundadora do The Runaways juntamente com a baterista Sandy West. Joan Jett era vocalista e guitarrista base da banda.

Em 2003, Joan Jett foi nomeada pela Rolling Stone a 87ª melhor guitarrista de todos os tempos. Ela é uma das duas mulheres da lista, a outra é Joni Mitchell. Hoje com 54 anos Joan segue com sua carreira como cantora.

No primeiro semestre de 2010, estreou o filme The Runaways. O filme conta a história do início da banda e de seu fim conturbado por Cherie Currie, decorrente do uso abusivo de drogas dela e de toda a banda - todas eram menores de idade. O papel de Joan foi interpretado pela atriz Kristen Stewart e o papel de Cherie foi interpretado pela atriz Dakota Fanning.

Em 2012 Joan Jett veio ao Brasil em abril com o Joan Jett and the Blackhearts, para tocar no Lollapalooza.

 

Lita Ford

Carmelita Rossanna Ford juntou-se à banda feminina The Runaways aos 16 anos de idade, e após o término do grupo em 1979 iniciou carreira solo. Seus dois primeiros álbuns tiveram um sucesso bastante discreto.

Em 1985 Lita foi indicada para o Grammy de "melhor performance feminina de rock" em Gotta Let Go, junto com Wendy O. Williams e Pia Zadora. Em 1988, com Sharon Osbourne como empresária, Lita alcançou seus maiores sucessos, Close My Eyes Forever (dueto com Ozzy Osbourne, marido de Sharon) e Kiss Me Deadly.

Lita foi casada com Chris Holmes (da banda W.A.S.P.) de 1986 a 1992 e esteve envolvida com Nikki Sixx (do Mötley Crüe) e Tony Iommi. Atualmente, ela é separada de Jim Gillette (da banda Nitro).

Lita parou de cantar em 92, mas voltou as atividades artísticas em 2008. Hoje com 54 anos ela continua cantando e compondo.

Lançou em maio de 2012 um álbum de título muito apropriado, Living Like a Runaway, e deve cair na estrada para uma nova turnê em breve.

 

Sandy West

Sandy foi baterista e compositora. Ela foi saudada por vários fãs e críticos por ser uma baterista que trouxe inovações. Foi a primeira mulher baterista a angariar popularidade e aclamação da crítica na área do rock, e foi também uma das membras fundadora da banda The Runaways.

Sandy fez diversas tentativas para continuar sua carreira como baterista profissional, tentou iniciar algum projeto com Lita Ford, mas nada ocorreu. Tocou em várias bandas pelo sul da Califórnia, lançando um álbum solo intitulado "The Beat is Back", em bom português, algo como "A Batida Está de Volta", e formando a "The Sandy West Band". Entretanto nenhum desses empreendimentos produzidos trouxe rendimentos produtivos, obrigando Sandy a gastar muito tempo de sua vida pós-Runaways trabalhando fora do ramo musical.

Sandy apareceu no filme Edgeplay, um documentário sobre o The Runaways produzido e dirigido pela baixista da banda, Victory Tischler-Blue. Nas entrevistas que Sandy deu ao documentário, ela conta todas as coisas que ela precisou fazer por dinheiro. Ela trabalhou a maior parte do seu tempo em construção, e, por um período menor de tempo, trabalhou como bartender e assistente de veterinário. Na entrevista, ela conta também que já cometeu coisas terríveis por causa de dinheiro, e que inclusive quebrou o braço de uma pessoa por causa do dinheiro que devia.

Em 2005, Sandy foi diagnosticada com câncer de pulmão, que mais tarde acabou espalhando-se por seu cérebro. Sandy faleceu no dia 21 de outubro de 2006, aos 47 anos. Joan Jett falou a respeito de sua morte:

Nós dividimos o sonho de ser apenas garotas tocando Rock and Roll. Sandy foi uma baterista exuberante e poderosa”. “Eu estou superando a perda da minha amiga. Eu sempre disse a ela que nós mudamos o mundo.

Cherie Currie, a vocalista inicial do The Runaways, completou:

"Sandy West foi tranquilamente a melhor mulher baterista em toda a história do Rock and Roll. Ninguém competia ou chegava perto dela. Mas a coisa mais importante era o seu coração. Sandy West adorava seus fãs, seus amigos e sua família. Ela faria qualquer coisa pelas pessoas que ela amava. Subir aos palcos novamente nunca mais será a mesma coisa para mim, pois Sandy West era a melhor e eu sentirei falta dela."

 

Cherie Currie

Cherie Ann Currie é cantora, músicista e atriz. Foi a primeira principal vocalista da banda.

Foi descrita como a filha perdida de David Bowie com Brigitte Bardot, pela revista americana Bomp!. Entrou na banda The Runaways com dezesseis anos, no ano de 1975. A música Cherry Bomb foi escrita especialmente para a sua audição.

Depois de gravar três álbuns com The Runaways, (The Runaways, Queens of Noise, e Live in Japan), Currie gravou dois álbuns solo Only (Beauty's Only Skin Deep, e Messin' With The Boys com sua irmã gêmea Marie Currie. Em seguida, ela trabalhou como atriz, estrelando em filmes como Foxes, Parasite, Wavelength, Twilight Zone: The Movie, Rosebud Beach Hotel, Rich Girl, e outros, bem como numerosos pontas como convidada em séries de TV (Matlock and Murder She Wrote, entre outros).

No filme The Runaways parte de sua história é mostrada, sobre seu envolvimento com as drogas e sobre o seu tempo de vocalista da banda.Dakota Fanning interpreta seu papel no filme lançado em março de 2010 nos EUA.

Hoje Cherie está com 53 anos e continua sua carreira na música, tv e cinema e está trabalhando em um novo álbum solo, com produção de Matt Sorum, ex-Guns N'Roses.

 

Micki Steele

Michael (Michael Steele) é baixista , guitarrista , compositor e cantor. Começou sua carreira profissional na banda The Runaways. Sua permanência nas Runaways foi breve, deixando a banda no final de 1975, meses antes da gravação de seu primeiro álbum auto-intitulado, com Steele tocando baixo e cantando vocais na maioria das canções.

Focando sua técnica musical e muitas vezes tocando ao vivo, Steele tornou-se um baixista altamente considerado notável por seu estilo melódico e rico tom, influenciado por baixistas, como Paul McCartney , John Entwistle , Colin Moulding e Carol Kaye .

Sua banda de maior sucesso foi The Bangles, nos anos 1980.

Hoje com 58 anos Micki continua fazendo shows.

 

Jackie Fox

Depois da banda, Jackie (Jacqueline Louise Fuchs) já trabalhou em uma variedade de campos, como um agente de modelos , como promotora e, mais recentemente, como um advogada de entretenimento em cinema e televisão, representando atores, escritores, diretores, autores e produtores.

Recebeu seu BA da UCLA em Lingüística e italiano , com especialização em computação, e seu JD de Harvard . Fox fala italiano e francês , também fala grego e espanhol.

 

Vicki Blue

Victory Tischler-Blue é uma cineasta, diretora, escritora, música e fotógrafa. Tischler-Blue começou a trabalhar na indústria do entretenimento aos 17 anos, usando o nome de Vicki Blue, quando ela se juntou ao The Runaways. Após o fim da banda, ela foi escalada pelo diretor Rob Reiner em This Is Spinal Tap.

Formou uma banda com Cherie Currie, mas nunca gravaram nenhum álbum, então o projeto acabou.

Em 2003, Tischler-Blue lançou Edgeplay: A film about The Runaways, um documentário que inspirou o filme de 2010 The Runaways. A partir de 2010, Tischler-Blue se tornou a produtora-executiva de duas séries de televisão que estrearam no mesmo ano, El Guitarrista e Rarebirds.

 

Laurie McAllister

Laurie McAllister, baixista do The Runaways, morreu aos 54 anos no último dia 25 de agosto. A notícia foi confirmada por sua mãe, segundo o jornal "Los Angeles Times". Ela morreu de complicações de asma.
McAllister, cujo nome verdadeiro era Laurie Hoyt, entrou para a banda Runaways em 1978 para apresentações ao vivo, meses antes de a banda se separar. Após o fim do grupo, ela formou sua própria banda, The Orchids.
Laurie não foi retratada no longa "The Runaways - Garotas do Rock" de 2010.

"Fico muito triste com a notícia da morte de Laurie",

escreveu Joan Jett, líder da banda, em um email ao jornal.

"Ela era uma boa pessoa e uma boa baixista. Eu estava em contato com ela e a vi tocar no ano passado. Meu coração está com sua família e amigos e, principalmente, com Laurie".

 

Depois de 30 anos, a vocalista Cherie Currie e a guitarrista Lita Ford voltaram a se falar, por intermédio de Joan Jett.

No Facebook, Currie escreveu longamente como ela sonhava em reencontrar uma antiga amiga de sua juventude e que agora aquele sonho tinha se tornado realidade, deixando de lado as intrigas do passado agora que todas elas já são adultas.

"Conversamos sobre nossos filhos, nossas vidas e nosso sonho de voltar a fazer juntas aquilo que fizemos tão bem quando jovens",

disse a vocalista.

A possibilidade de uma reunião do Runaways não é tão distante quanto pode parecer. Apesar da rivalidade entre Currie e Ford, fazendo com que a guitarrista mal aparecesse no filme The Runways - Garotas do Rock - todas as três estão na ativa com seus projetos solo, abrindo a possibilidade para algum tipo de turnê conjunta ou crossover.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...