Raça de Cachorro - Dogue Alemão

O Dogue alemão, também conhecido como dinamarquês, grand danois ou como grande ou gigante dinamarquês é uma raça canina que pertence à categoria dos molossóides, tendo sido criado para a caça ao javali. Hoje em dia é comumente criado para a guarda e a companhia.

 

História

O dog alemão está entre nós há séculos. Há divergências sobre sua origem. Alguns afirmam que ele veio da Dinamarca, o que explica o nome que a raça recebe em certos países: dinamarquês ou grande dinamarquês. Outros, afirmam que é uma raça alemã da região de Württemberg. A Federação Cinológica Internacional opta pela segunda hipótese. O dog alemão, embora a princípio fosse utilizado para a caça, era também criado para a proteção de propriedades (cão de guarda).

 

Temperamento e Personalidade

O dog alemão tem aspecto imponente, majestoso e elegante, o que dá à sua aparência um aspecto nobre. É um dos maiores da raça canina. Seu temperamento é amigável. É um cão que esbanja amor e afeto com seus donos, especialmente com crianças, mostrando-se, contudo, reservado e desconfiado com estranhos. Se ele é submetido a condições de perigo, mostra-se corajoso e não teme ataques.

É sociável, amigo, companheiro e guardião. É admirável a predileção que tem pela companhia de seu dono, preferindo-o a qualquer outra pessoa.

Em casos de desvio de temperamento, podem ser demasiadamente medrosos.

 

Características Físicas

É um cão que, fisicamente, cresce rápido. Aos doze meses já tem o seu tamanho definitivo. Porém, sua maturidade só é alcançada por volta dos vinte e quatro ou trinta meses. Por este motivo, não se deve esperar do dog alemão um comportamento adulto antes deste tempo.

 

Cores

Tigrados: cor de fundo indo do castanho dourado-claro ao castanho dourado-escuro, com faixas pretas bem definidas.

Dourados: cor de castanho dourado e castanho ao castanho dourado-escuro, sendo o focinho (máscara) preto.

Azuis: cor azul-aço, sem qualquer sinal de outra cor. Podem ter os olhos mais claros.

Preto: cor preta brilhante.

Arlequins: é a única variedade onde temos quatro cores. Cor de fundo branco, com manchas pretas e irregulares. Pequenas manchas cinzas ou amarronzadas são toleradas.

Pretos de Arlequim: cor preta, com pontas das patas brancas, ponta da cauda branca e uma gravata branca no pescoço.

Mantados: cor branca, com um manto preto descendo por todo o corpo, sendo que o focinho, o pescoço, o peito, o ventre, as patas e a extremidade da cauda são brancos. Mantados com marcação (pelagem) perfeita são raros.

Merles: a pelagem tem o fundo cinza (do mais escuro ao mais claro) e manchas pretas.

 

Cuidados

Um cuidado importante e específico para o Dog Alemão é evitar que ele fique pulando excessivamente e principalmente subindo nas pessoas. Como o Dog Alemão é um cão “pesado” isso pode ocasionar lesões de tendão, lesões de articulação e é um comportamento indesejável já que seu cão ficará muito grande.

O Dog Alemão tem a tendência de ter calos nos cotovelos das patas dianteiras, patas traseiras, e na lateral do corpo.  Isso ocorre porque são muito pesados e às vezes não deitam, “desmontam” e batidas constantes nos cotovelos podem ocasionar calos e inchaços. Para amenizar a situação utilizamos tapetes de borracha especiais e evitamos que o cão deite fora deles. Também utilizamos uma mistura de Hipoglós, creme hidratante e aderogil gotas. Passamos nas áreas propensas aos calos duas vezes por dia. Isso evita a formação dos mesmos. Deve-se cuidar dos calos a partir da infância, pois a tendência natural é que os mesmos apareçam. Dá trabalho mas podem ser evitados.

O cão deve ser incentivado a se exercitar já que o Dog Alemão tem uma “preguiça incansável”. O exercício deve ser dosado evitando-se os excessos e principalmente os pulos.

Um ponto importante do Dog Alemão são seus pés. Esses devem ser sempre observados, no clima seco e frio podem apresentar ressecamento e rachaduras, o que pode ser facilmente tratado com a utilização de um creme hidratante (de preferência sem cheiro) e aplicado sem excesso.

Pelo seu grande porte, é recomendado deixar ração e água em vasilhames na altura do pescoço do animal, para evitar problemas de postura e deformação das pernas dianteiras. A água deve ser trocada com freqüência devido à salivação excessiva.

O estômago do dogue alemão é longo e sujeito à torção gástrica, que é uma das principais causas de morte da raça. É preferível evitar deixar grandes porções de comida à disposição do cão, as refeições devem ser moderadas e em horários determinados. Evite também que ele faça exercícios após a alimentação e a ingestão de grande volume de água

 

O maior do mundo

O dogue alemão é a raça de cães mais alta do mundo, alguns consideram o irish wolfhound (ou galgo irlandês) o maior, mas segundo o Guinness World Records que indica como maior cão do mundo um dogue alemão que mede 109 cm de altura até à cernelha chamado "Giant" George, o dogue alemão é o mais alto ou pelo menos a raça com os mais altos exemplares do mundo.

 

No cinema

O famoso Scooby-Doo da Hanna-Barbera é um dogue alemão, mas curiosamente, não existem exemplares de dogue alemão com as cores do Scooby Doo, ou seja, castanho com manchas pretas. Também aparece um exemplar dourado numa antiga banda desenhada Marmaduke, que se estreou recentemente como filme.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...