Raça de gato - Korat

Em seu país de origem, a Tailândia, o Korat é conhecido por ser um animal que traz sorte, a sua denominação original, Si-Sawat, é sinónimo de cor e prosperidade. Lá, ele é chamado como si-sawat que significa cinza-esverdeado-claro, algumas das principais características da raça. A cor da sua pelagem chama bastante atenção: azul prateada. Além disso, é bem grossa tornando o bicho bem adaptado a baixas temperaturas. Seus olhos são grandes, redondos e da cor verde. Essas características fazem com que essa raça tenha uma aparência bem exótica.

Ao contrário de muitas outras raças de gatos, essa é muito afetuosa e gosta de fazer companhia para seus donos, sendo especiais para apartamentos. Porém, sua preferência é por ambientes tranquilos, sem muito barulho e nem bagunça. É um gato muito musculoso, de médio porte, que pesa cerca de 5 Kg. A média da expectativa de vida é de 15 anos, mas é comum observar gatos dessa raça com até 20 anos.

O "Livro dos poemas sobre o gato " do reinado de Ayuthaya ( 1350-1767 ) refere que os " seus olhos cintilam como gotas de orvalho numa flor de lótus ". No final do Século XIX, foram importados e exibidos alguns exemplares na Grã-Bretanha, mas sem sucesso, pis foram considerados Siameses azuis. Uma criadora americana, Jean Johnson, iniciou a sua criação em 1959. A raça foi reconhecida pela C.F.A. em 1966 e pela T.I.C.A. em 1969.

O Korat foi homologado pela F.I.Fe assim que chegou à Europa, em 1972. Muito conhecido nos Estados Unidos, esta raça está pouco divulgada na Europa.

 

História

Considerada uma das raças mais antigas de todo o mundo, tem origem na Tailândia. Seu nome foi dado em homenagem à província em que o Korat teve origem, onde foi criado pelo rei Rama I. Não se conhece o ano de seu surgimento, mas a raça foi reconhecida apenas na metade do século XX.

Primeiramente apareceram nos Estados Unidos, em 1959, quando um casal dessa raça foi levado para o local. Em seguida, a raça começou a ser desenvolvida e criada e foi reconhecida oficialmente apenas em 1966. Já na Grã Bretanha chegaram em 1972. É considerada uma das poucas raças que possuem apenas o pelo na cor azul prateada e que além de dócil é bastante inteligente. Sua criação foi levada a sério somente nos anos 80, sendo importados alguns exemplares para os Estados Unidos em 1990.

 

Temperamento

O Korat é um gato inteligente, afetuoso e muito dócil, as fêmeas são especialmente brincalhonas. Está sempre atento o tudo o que o cerca, e não aprecia gatos estranhos na família, bem como muito lares muito barulhentos. Trata-se de um gato ativo e muito ágil, de temperamento engenhoso.

Pouco sociável com os seus congéneres, mostra-se reservado em relação a estranhos. Meigo, hipersensível, é extremamente ligado ao dono. Requer muito amor e atenção. O seu miar é melodioso. Manutenção fácil, uma escovação semanal é suficiente.

 

Características físicas

A aparência do Gato dos Bosques da Sibéria em nada lembra a de um doce gatinho de estimação. Famosa pelo inverno rigoroso, a terra natal desta raça favorece os gatos vigorosamente constituídos, grandes, com pelagens protetoras e espessas. Seu pelo é abundante e oleoso, próprio para protege-lo contra os ventos e o frio. Tem o corpo comprido e vigoroso, as patas grandes e redondas e as pernas longas e fortes. O pescoço é curto e atarracado, e a cabeça larga e achatada entre as orelhas.

Peso : 2,5 a 4,5 Kgs.


Cabeça - Vista de frente tem forma de coração. Fronte achatada. " Stop " ligeiro entre a fronte e o nariz. Bochechas firmes e bastante desenvolvidas. Focinho nem pontiagudo nem quadrado. Nariz comprido, levemente arqueado na extremidade. Queixo forte, desenvolvido. Mandíbulas fortes.

Orelhas - Grandes,largas na base, com extremidades ligeiramente arredondadas. Inserção alta no crânio, em alerta.

Olhos - Grandes, redondos, bastante afastados e ligeiramente inclinados. De um tom verde luminoso. A cor definitiva só é atingida depois dos dois anos de idade. As sobrancelhas desenham duas grandes curvas por cima dos olhos.

Pescoço - De tamanho médio, comprido.

Corpo - De tamanho médio, semi-cobby, nem compacto nem esbelto. Dorso ligeiramente arqueado. Forte, musculado, flexível.

Patas - Membros posteriores ligeiramente mais compridos do que os anteriores. Estrutura óssea média a forte. Pés ovais.

Cauda - De comprimento médio, mais grossa na base, afilando até uma extremidade arredondada.

Pelagem - Pelo curto, fino, lustroso, cerrado. Pelagem simples (sem sub-pelo) com tendência a eriçar na zona da coluna vertebral quando o animal se movimenta. A extremidade do pelo é prateada, brilhante. A pele do nariz é azul-acinzentada escura. As almofadinhas podem ser azuis escuras ou rosa lavanda. Pelagem curta na face externa.

Cruzamentos - Não é autorizado com outras raças.

 

Defeitos

  • Cabeça estreita.
  • Olhos pequenos, pouco espaçados.
  • Olhos amarelos.
  • Nariz demasiado comprido ou muito curto.
  • Queixo afilado ( pinch ).
  • Desqualificação : todas as cores que não o azul.
  • Manchas brancas.

 

Fonte: www.portalsaofrancisco.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...