Raça de gato - Manx

A raça Manx pode ter descendido de gatos que nadaram para a terra firme na ilha de Man, ao largo da Costa Oeste da Inglaterra, quando escaparam dos destroços de galeões espanhóis naufragados em 1588. É mais provável, entretanto, que a raça tenha surgido de gatos nativos da ilha. Embora a ausência absoluta de cauda seja essencial num verdadeiro Manx (o Rumpy), gatos com graus variáveis de cauda (Risers, Stumpies e Longies) são úteis em programas de criação de Manx.

  • País - Grã-Bretanha
  • Ancestrais - Pêlos Curtos sem pedigree
  • Origem - c. 1600
  • Opção Pêlo Longo - Cymric
  • Índole - Inteligente

Existem muitas lendas e histórias sobre o surgimento da raça Manx, uma delas é que o gato Manx chegou atrasado à Arca de Noé e, ao ser fechada a porta precipitadamente pelo anfitrião, foi-lhe decepada a cauda.
De fato, gatos sem cauda ocorrem em muitas partes do mundo. Charles Darwin já registra sua presença por toda a região malaia. Eles existem na China, muito provável que a história dos fenícios tenha mesmo um fundo de verdade e que eles tenham se espalhado por intermédio dos barcos empregados no comércio no mar Negro. E o padrão de criação restrita, imposto pelas condições da ilha, determinou, provavelmente, o desenvolvimento de uma linhagem particular desse do gato Manx.

 

O gato que não tem cauda

A característica marcante no Manx é a falta de rabo.

Isso ocorre por causa de uma mutação natural da coluna vertebral. Esta mutação reduz a cauda, ​​resultando numa diminuição no comprimento da cauda do normal para sem cauda. Muitos gatos Manx têm um "esboço" de uma pequena cauda, ​​mas os gatos Manx são mais conhecidos como sendo totalmente sem cauda e é a característica distintiva da raça.

Uma mutação espontânea que aparece vez por outra em gatos de todas as raças, fixou-se como característica da raça devido ao isolamento.

Na verdade, o Manx não se constitui numa raça que assegure sempre a transmissão dessa característica a seus descendentes. De fato, o cruzamento de gatos sem cauda produz, frequentemente, ninhadas que incluem gatos com cauda normal e outros com cauda reduzida (coto). Da mesma forma, gatos normais podem ser portadores de genes mutantes para a ausência de cauda e produzir crias sem cauda em suas ninhadas.

 

Características

Ele é inteligente, calmo e carinhoso. Possui um dos menores corpos de todas as raças de gatos domésticos. Por não possuir a cauda, não é considerado um bom escalador. Seu andar é saltitante.

O Manx tem cabeça, bochechas e olhos arredondados. Dá para imaginar sua expressão doce e cativante. As suas patas da frente são mais curtas do que as patas traseiras.

É conhecido por ser um gato robusto e de corpo compacto e sólido. Sua pelagem densa pode variar de longa a curta. O pêlo curto é um pouco duro, mas de aparência mais lustrosa. O pêlo longo tem uma textura sedosa.

O gato Manx pode apresentar qualquer tipo de cor ou desenho: bicolor, tabby, atartarugado ou cor própria, mas a cor dos olhos deve estar em consonância com a pelagem, como ocorre com os gatos britânicos de pêlo curto. Em concursos, a cor dos olhos e da pele, bem como o desenho só são levados em conta quando as demais características forem compatíveis.

É muito resistente, embora alguns exemplares possam nascer com defeitos potencialmente letais na bexiga e nos intestinos. Justamente por isso, só é vendido após os quatro meses, idade limite para o aparecimento destes defeitos.

Ainda que a redução no comprimento e no número de vértebras concentre-se, geralmente, na parte posterior, podem faltar vértebras de outras regiões, provocando malformações. Uma das anomalias associadas às malformações do gato Manx é mau funcionamento dos músculos do esfíncter anal. O gato que apresenta um coto, qualquer que seja o comprimento, tem assegurada uma vida normal.

Ele é ativo, brincalhão, amigo e muito apegado ao dono. De temperamento fácil e tranquilo. Este gato exibe muitas características iguais às dos cachorros, como, por exemplo, enterrar brinquedos.

O Manx é sociável, ideal para conviver com a família e crianças. É possível que alguns gatos Manx gostem de água, muitas vezes até mesmo a brinca em agua. Esta característica do gato Manx faz com que seja muito fácil de dar banho num chuveiro, diferentemente da maioria dos outros gatos.

Outras raças de gatos que compartilham traços de personalidade do Manx são Bengala e Ocicat. Se há gatos Manx múltiplos em uma família, o proprietário pode notar que eles perseguem uns aos outros com frequência. Esse é um comportamento comum para gatos Manx, pois eles gostam de perseguir qualquer coisa, seja um animal ou uma folha ao vento. Seu "miau" muitas vezes se assemelha a um grunhido.

A falta da cauda não parece afetar o senso de equilíbrio do gato Manx, mas tem-se observado que ele geralmente não consegue ser tão bom trepador como outros gatos e não tem sua atenção voltada para ninhos de pássaros. Em vez disso, eles são geralmente ótimos caçadores de ratos e frequentemente tornam-se excelentes pescadores.

Muitos exemplares do gato Manx são exportados para os Estados Unidos, com a finalidade de procriação. No Brasil, não existe muita procura, embora alguns criadores pensam em introduzi-los no país.

Fonte: www.portalsaofrancisco.com.br / www.ospaparazzi.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...