Atores travestidos de mulher

Vários homens famosos - na TV, no teatro, no cinema ou mesmo em fotos de revistas - deram o exemplo e mostraram que a masculinidade não está na roupa que se usa e sim na atitude e no dia a dia. Muitas celebridades masculinas já se vestiram de mulher para algum personagem e, com isso demonstraram que além de grandes profissionais são também cidadãos contemporâneos e sem preconceitos.

 

No musical "Hairspray" o ator Edson Celulari deu vida a Edna Turnblad, a mãe bonachona e acima do peso da sonhadora Tracy. E o ator de  Hollywood, John Travolta, também já interpretou a personagem no cinema.

 

O falecido ator Miguel Magno já interpretou algumas mulheres em sua carreira. Na novela "A Lua Me Disse" (2005) ele foi a proprietária da pensão do Beco da Baiúca, a fofoqueira e querida de todos, Dona Roma. Já no humorístico global "Toma Lá Dá Cá", ele atuou como a tresloucada Dra. Percy e arrancou risos do público.

Para encarnar o papel feminino o ator Miguel Magno não deve ter encontrado muita dificuldade, afinal, ele já interpretou mulheres mais de uma vez.

- Estreei na TV Globo fazendo uma mulher, no programa Armação Ilimitada. No teatro já interpretei papéis femininos muitas e muitas vezes. Daqui a pouco vou acabar ganhando prêmio de melhor atriz -

brinca o ator.

 

Em 1985, Ney Latorraca colocou toda a sua habilidade de camelão para funcionar na novela Um Sonho A Mais. Na pele do milionário Antônio Carlos Volpone, um homem excêntrico que inventa ter uma doença que o obriga a permanecer em uma redoma de plástico, ele encarnou vários disfarces para se aproximar da amada Estela (Sylvia Bandeira).

O mais marcante - e engraçado - era a extravagante executiva Anabela Freire (Uma mulher simpática, educada e eficiente que engana a todos com seu jeito dissimulado e seu disfarce que inclui óculos e uma peruquinha chanel). A "moça" despertou a paixão do cinqüentão Pedro Ernesto (Carlos Kroeber) e chegou a se casar no civil com ele. Os dois protagonizaram a primeira cena de beijo na boca entre homens em uma novela, um rápido e cômico "estalinho".

 

Apesar de mais novo na profissão, Kayky Brito também já passou pelo desafio de interpretar uma mulher. Em Chocolate com Pimenta ele fazia Bernardete, filha adotiva de Jezebel (Elizabeth Savalla). A principal inimiga da protagonista Ana (Mariana Ximenez) perdeu um bebê mas resolveu adotar uma menina para cumprir uma promessa à Santa Bernardete.

A empregada da família tinha um filho e, sem ter condições de lhe dar uma boa criação, decidiu levá-lo para ser adotado pela patroa. Então, já viu não é? O garoto foi criado como menina. Pobre Kayky Brito... teve que usar vestidos e sapatos de boneca para viver uma típica menina de época.

 

Quem também estreou na TV em um papel feminino foi o ator Floriano Peixoto. Em Explode Coração ele encarnou um homossexual  que comoveu e divertiu os telespectadores.

Sarita Witt se considerava uma mulher presa em um corpo de homem e levava uma vida normal. Ou pelo menos quase, pois o preconceito dos outros personagens atrapalhava bastante.

Floriano Peixoto se equilibrou em saltos e vestiu blazers com grande elegância. Seu visual não tinha nada de extravagante.

 

Quem também passou uma novela inteirinha usando roupas femininas foi a dupla Evandro Mesquita e Kadu Moliterno. Os dois interpretaram os bandidos Billy The Kid e Jesse James em Bang Bang que se disfarçavam como as irmãs solteironas Henaide (Evandro Mesquita) e Denaide (Kadu Moliterno), donas do único hotel de Albuquerque.

Ninguém desconfiava que os dois não eram mulheres e os dois ainda aproveitaram para vestir muitos outros disfarces e aprontar pela cidade.

 

Em Morde & Assopra, Élcio (Otaviano Costa) precisava se esconder da polícia e pediu ajuda a ex-mulher Augusta (Cissa Guimarães). Ela sugeriu que o malandro se vestisse de mulher, assim ele assumiu a identidade de Elaine e foi trabalhar para o Dr. Eliseu (Paulo Goulart). Difícil foi fugir das investidas do médico, que se apaixonou pela “moça”.

 

Na novela Caras & Bocas, Fabiano (Fábio Lago) começou a desconfiar da infidelidade de Ivonete (Suzana Pires), com toda a razão. Para seguir a esposa, ele se disfarçou de mulata, loira e até de japonesa.

 

Em Malhação, Daniel Boaventura viveu três papéis bem diferentes. Além dos irmãos Adriano e Mariano, ele interpretava a mãe dos gêmeos, Dona Drica.

 

No seriado Sexo Frágil, Bruno Garcia, Lázaro Ramos, Lúcio Mauro Filho e Wagner Moura se dividiam entre os papéis masculinos e femininos. As “mulheres” interpretadas por eles eram divertidíssimas, principalmente Vilminha (Bruno Garcia) e Dona Gertrudes (Lúcio Mauro Filho).

 

E já que estamos fazendo uma lista de atores que já usaram roupas femininas para algum personagem, não tem como não incluir a Sra. Euphegenia Doubtfire. Com uma atuação encantadora de Williams, um pai que se vestia de uma babá idosa - com óculos, peruca branca, horas de maquiagem e roupas com enchimentos - para poder se aproximar dos filhos, emocionou muita gente, principalmente na programação global da "Sessão da Tarde".

Na peça "A Gaiola das Loucas" - musical da Broadway e que também já foi filme e recentemente foi encenado no Brasil -, o ator Diogo Vilela que interpretou a drag queen Zazá teve que colocar uma bela peruca e arrasar no saltão.

 

Até Brad Pitt, o eterno símbolo sexual, já usou um vestido curtinho e apertado para uns cliques da revista "Rolling Stone" em 1999. Tudo bem que naquela época, o gato que ainda não era marido de Angelina Jolie, usou roupas femininas, mas não perdeu o carão nem a masculinidade um só minuto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...