Olímpiadas e Jogos Olímpicos

Olimpíada é o nome dado ao período de quatro anos compreendido entre duas edições dos Jogos Olímpicos. O termo "Olimpíada" também costuma ser utilizado para designar uma edição dos Jogos olímpicos, conhecidos coletivamente como "Olimpíadas". A cada quatro anos, atletas de centenas de países se reúnem num país sede para disputarem um conjunto de modalidades esportivas.

A própria bandeira olímpica representa essa união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados, representando os cinco continentes e suas cores. A paz, a amizade e o bom relacionamento entre os povos são os princípios dos jogos olímpicos. Os jogos olímpicos tiveram inicio na cidade de Olímpia na Grécia, onde não existia participação feminina nas competições, as competições, por sua vez, eram dedicadas ao deus Zeus, a premiação dos vencedores era uma simples coroa feita de oliveira.

A primeira olimpíada aconteceu em 1896, na época da era moderna em Atenas, com a participação de 13 países. Os Jogos Olímpicos da Era Moderna é dividida em jogos de Verão, Inverno, Juventude de Verão e Juventude de Inverno, e ordenada por anos. Nos Jogos Olímpicos de Verão os países com mais medalhas de ouro são:

  • Estados Unidos Estados Unidos: 15
  • União das Repúblicas Socialistas Soviéticas União Soviética: 6
  • França França: 2
  • Alemanha Alemanha: 1
  • Equipa Unificada nos Jogos Olímpicos Equipa Unificada: 1
  • Reino Unido Grã-Bretanha: 1
  • República Popular da China China: 1

Os Jogos Olímpicos de Inverno disputam-se a cada quatro anos. Inicialmente coincidentes no ano dos Olímpicos de Verão, a partir de 1994 passaram a ser alternados, com diferença de dois anos. Nos Jogos Olímpicos de Inverno os países com mais medalhas de ouro são:

  • União das Repúblicas Socialistas Soviéticas União Soviética: 7
  • Noruega Noruega: 7
  • Alemanha Alemanha: 3
  • Alemanha Oriental Alemanha Oriental: 1
  • Estados Unidos Estados Unidos: 1
  • Rússia Rússia: 1
  • Canadá Canadá: 1

Os Jogos Olímpicos da Juventude de Verão teve a sua primeira edição em 2010 e o país sede foi Singapura. Nesta edição o país que levou o maior número de medalhas foi a China. Os Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno teve a sua primeira edição dois anos mais tarde, ou seja, em 2012. O país sede foi a Áustria e o país que levou o maior número de medalhas foi a Alemanha.

 

Como surgiu os Jogos Olímpicos

Foram os gregos que criaram os Jogos Olímpicos. Por volta de 2500 a.C., os gregos já faziam homenagens aos deuses, principalmente Zeus, com realização de competições. Porém, foi somente em 776 a.C. que ocorreram pela primeira vez os Jogos Olímpicos, de forma organizada e com participação de atletas de várias cidades-estado. 

Atletas das cidades-estados gregas se reuniam na cidade de Olímpia para disputarem diversas competições esportivas: atletismo, luta, boxe, corrida de cavalo e pentatlo (luta, corrida, salto em distância, arremesso de dardo e de disco). Os vencedores eram recebidos como heróis em suas cidades e ganhavam uma coroa de louros. Além da religiosidade, os gregos buscavam através dos Jogos Olímpicos a paz e a harmonia entre as cidades que compunham a civilização grega.

Mostra também a importância que os gregos davam aos esportes e a manutenção de um corpo saudável. No ano de 392 d.C., os Jogos Olímpicos e quaisquer manifestações religiosas do politeísmo grego foram proibidos pelo imperador romano Teodósio I, após converter-se para o cristianismo. No ano 1896, os Jogos Olímpicos são retomados em Atenas, por iniciativa do francês Pierre de Fredy, conhecido com o barão de Coubertin.

Nesta primeira Olimpíada da Era Moderna, participam 285 atletas de 13 países, disputando provas de atletismo, esgrima, luta livre, ginástica, halterofilismo, ciclismo, natação e tênis. Os vencedores das provas foram premiados com medalhas de ouro e um ramo de oliveira. O lema olímpico "Citius, altius, fortius" (mais rápido, mais alto e mais forte) foi proposto por Pierre de Coubertin em 1894.

Porém, o lema só foi oficialmente introduzido nas Olimpíadas de Paris de 1924.

 

Relação entre Jogos Olímpicos e Política

As Olimpíadas, em função de sua visibilidade na mídia, serviram de palco de manifestações políticas, desvirtuando seu principal objetivo de promover a paz e a amizade entre os povos. Nas Olimpíadas de Berlim (1936), o chanceler alemão Adolf Hitler, movido pela ideia de superioridade da raça ariana, não ficou para a premiação do atleta norte-americano negro Jesse Owens, que ganhou quatro medalhas de ouro.

Nas Olimpíadas da Alemanha em Munique (1972), um atentado do grupo terrorista palestino Setembro Negro matou 11 atletas da delegação de Israel.  A partir deste fato, todos os Jogos Olímpicos ganharam uma preocupação com a segurança dos atletas e dos envolvidos nos jogos. Em plena Guerra Fria, os EUA boicotaram os Jogos Olímpicos de Moscou (1980) em protesto contra a invasão do Afeganistão pelas tropas soviéticas.

Em 1984, foi a vez da URSS não participar das Olimpíadas de Los Angeles, alegando falta de segurança para a delegação de atletas soviéticos.

 

Curiosidades

  • No ano de 1916, as Olimpíadas deveriam ocorrer na Alemanha. Porém, em função da Primeira Guerra Mundial, os Jogos Olímpicos foram cancelados.
  • Em função da Segunda Guerra Mundial, os Jogos Olímpicos de 1940 e 1944 também foram cancelados.
  • Críquete, golfe e cabo-de-guerra já foram esportes olímpicos no começo do século XX. Nas Olimpíadas de 1920 (Antuérpia - Bélgica), o tiro ao pombo também fez parte do quadro de jogos olímpicos.
  • O Brasil não participou da Primeira Olimpíada da Era Moderna.

  • Foi na Primeira Olimpíada da Era Moderna que a primeira maratona olímpica foi vencida pelo atleta grego Spiridon Louis.

  • O primeiro atleta a ganhar uma medalha de ouro nas Olimpíadas de 1896 foi o norte-americano James Connolly. Ele venceu a prova de salto triplo masculino.

  • Foi somente nos Jogos Olímpicos de Paris (1900) que as mulheres puderam participar do evento.

  • Na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos os atletas da delegação da Grécia são os primeiros a desfilarem. Logos após vem os atletas do país sede e na sequência os dos outros países em ordem alfabética.

  • Foi somente a partir das Olimpíadas de Londres (1908) que os atletas passaram a desfilar de forma organizada na cerimônia de abertura. Antes de 1908, os atletas entravam e saíam do estádio sem qualquer organização.

  • Apenas cinco países participaram de todos os Jogos Olímpicos da era moderna. São eles: Grécia, Grã-Bretanha, Suíça, França e Austrália.

  • Na Grécia Antiga, os atletas gregos faziam várias orações aos deuses do Olímpo para que os jogos acontecessem sem probleas e de forma justa.

  • A famosa frase "O importante não é vencer, é participar" é de autoria de um bispo da Pensilvânia (EUA) é foi pronunciada num discurso para os atletas, antes das Olimpiadas de Londres (1908).

  • Nas primeiras Olimpíadas da Era Moderna, no começo do século XX, todas as medalhas eram entregues aos atletas na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos.

  • Várias modalidades curiosas já fizeram parte das Olimpíadas: Doze Horas de Ciclismo (1896), Levantamento de peso com apenas uma mão (1896 a 1904), Cabo de Guerra (1900 a 1920), Tiro ao pombo (1920) e Voo livre de planador (1936), Jogo da Palma (1908), Motonáutica (1908) e arremesso de dardo e disco com as duas mãos (1912).

  • Durante os Jogos Olímpicos de Tóquio (1964), um judoca japonês cometeu suicídio após ser derrotado numa luta.

  • Nas Olimpíadas de Estocolmo (Suécia), em 1912, um maratonista português desmaiou durante uma prova e morreu no dia seguinte no hospital. Foi apontada insolação como causa da morte.

  • O sueco Oscar Swahn foi o atleta mais velho a conquistar uma medalha em Jogos Olímpicos. Com 72 anos, ele ganhou medalha de prata na competição de tiro durante as Olimpíadas da Antuérpia (Bélgica), em 1920.

  • A primeira mulher a ganhar uma medalha de ouro na história dos Jogos Olímpicos foi a britânica Charlotte Cooper. Ele conquistou o torneio de tênis feminino nas Olimpíadas de Paris (1900).

  • O atleta que mais ganhou medalhas olímpicas foi o nadador norte-americano Michael Phelps. Nos Jogos Olímpicos de Atenas (2004) e Pequim (2008) ele ganhou, no total, 14 medalhas.

  • Foi somente a partir das Olimpíadas de Londres (1948) que as provas de natação começaram a ser realizadas em piscinas.

  • Os atletas que domonstram espírito olímpico durante os jogos são premiados pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) com a medalha Pierre de Coubertin.

  • Os Jogos Olímpicos de Tóquio de 1964 foram os primeiros a serem transmitidos via satélite pela televisão.

  • O país que mais conquistou medalhas na história das Olimpíadas foram os Estados Unidos. Até os Jogos Olímpicos de Pequim (2008), os norte-americanos ganharam 2294 medalhas olímpícas (932 de ouro, 725 de prata e 637 de bronze).

  • No ranking de medalhas conquistadas, o Brasil fica em 36º lugar. Até as Olimpíadas de Pequim (2008), o Brasil havia conquistado 94 medalhas (20 de ouro, 27 de prata e 47 de bronze).

  • As Olimpíadas de Londres de 1908 foram foram as mais longas da história. Elas tiveram início em 27 de abril e terminaram em 31 de outubro.

 

Bandeira Olímpica - O mais importante símbolo das Olimpíadas

A bandeira olímpica é o mais importante símbolo das Olimpíadas Modernas. Ela é formada por cinco anéis de cores diferentes (azul, vermelho, preto, amarelo e verde) entrelaçados e localizados no centro da bandeira. Esta bandeira representa a universalidade do olimpísmo (espírito olímpico, ética no esporte, união através do esporte).

A bandeira possui fundo branco e os anéis representam os cinco continentes habitados no mundo. As seis cores, contando com o branco, aparecem em todas as bandeiras dos países em 1896 (Primeira Olimpíada da Era Moderna realizada em Atenas). A bandeira olímpica foi criada por Pierre de Coubertin no ano de 1913. Ela foi apresentada pela primeira vez no Congresso Olímpico de 1914, realizado em Paris.

A bandeira olímpica é hasteada na cerimônia de abertura das Olimpíadas. Ela é levada, na posição horizontal, ao estádio olímpico por atletas e hasteada em um mastro. Enquanto a chama olímpica queima no estádio ela permanece hasteada. Na cerimônia de encerramento a bandeira é recolhida e entregue ao prefeito da cidade sede das Olimpíadas para os jogos seguintes.

 

Como aconteceu a Primeira Olimpíada da Era Moderna

O I Jogos Olímpicos da Era Moderna foram realizados na cidade de Atenas (Grécia) entre os dias 6 e 15 de abril de 1896. As competições esportivas lotaram o estádio Panathenaic. Os países participantes foram:

  • Grécia
  • Estados Unidos
  • Alemanha
  • França
  • Grã-Bretanha
  • Hungria
  • Áustria
  • Austrália
  • Dinamarca
  • Suíça

Foram 9 modalidades disputadas por 300 atletas e os países que mais ganharam medalhas foram:

  • Estados Unidos (11 de ouro, 7 de prata e 2 de bronze)
  • Grécia (10 de ouro, 17 de prata e 19 de bronze)
  • Alemanha (6 de ouro, 5 de prata e 2 de bronze)

O Estádio Panathenaic foi construído em uma estrutura de mármore do século IV a.C. A reforma foi paga pelo milionário grego Georgios Averof. Ele possuía um formato de ferradura, sendo que a pista de corrida tinha curvas fechadas nas duas pontas.

 

As Olímpiadas na Grécia Antiga

As Olimpíadas Antigas foram uma série de competições atléticas disputadas por atletas das cidades-estado que formavam a Grécia Antiga. De acordo com registros analisados por historiadores, os Jogos Olímpicos surgiram no ano de 776 a.C na cidade de Olímpia (região sudoeste da Grécia). Estes jogos foram celebrados até o ano de 393.

As Olimpíadas possuíam uma grande importância para os gregos, pois possuía caráter religioso, político e esportivo. Primeiramente era uma forma de homenagem aos deuses, principalmente Zeus (deus dos deuses).  Era também um momento importante na busca pela harmonia entre as cidades-estados. Servia também como um evento de valorização da saúde e do corpo saudável.

Os jogos ocorriam de quatro em quatro anos. Na época da realização do evento esportivo ocorria uma trégua nas guerras e conflitos. A conhecida "paz olímpica" servia para garantir segurança para os atletas que tinham que se deslocar de suas cidades-estado até Olímpia. Na antiguidade somente os homens livres que falavam a língua grega podiam participar dos Jogos Olímpicos.

Os vencedores das competições eram tratados como heróis em suas cidades-estado. Ganhavam prêmios que simbolizavam a honra e a glória conquistada. Coroas de louro e  ramos de palmeira eram dados aos atletas vencedores. Os atletas disputavam várias modalidades na antiguidade como, por exemplo, arremesso de disco, corrida, natação, pentatlo, boxe, luta, salto a distância entre outros.

Já sobre o domínio do Império Romano cristianizado, os gregos foram proibidos, em 392 pelo imperador Teodósio I, de praticar qualquer manifestação que valorizasse o politeísmo (culto a vários deuses). Desta forma, os últimos Jogos Olímpicos ocorreram em 393.

 

Comitê Olímpico Internacional (COI)

O Comitê Olímpico Internacional (COI) é uma organização não governamental, com sede na Suíça, que atua na organização e realização dos Jogos Olímpicos. O COI foi criado por Pierre de Coubertin em 23 de junho de 1894. Os principais objetivos e funções do COI são:

  • Criar leis sobre os Jogos Olímpicos;

  • Administrar, organizar e realizar as Olimpíadas;

  • Selecionar os países que servirão de sede, assim como acompanhar e orientar na organização realizada pelos países;

  • Administrar os direitos autorais de símbolos, marcas e imagens relacionadas aos Jogos Olímpicos.

O COI é mantido com recursos originários da venda de direitos de transmissão (televisão, rádio, internet, etc.), licenciamento de produtos relacionados às Olimpíadas (mascotes, símbolos, imagens) e também com recursos de patrocinadores oficiais.

 

As Mascotes das Olimpíadas

As Mascotes Olímpicas são personagens criados para representar os jogos olímpicos de uma forma descontraída e animada. Geralmente representam aspectos importantes da cultura do país sede. São muito utilizados para divulgar o evento nos meios de comunicação. Conheça-as:

 

Waldi (cão Dachshund) - Olimpíadas de Munique de 1972

 

Amik (castor) - Olimpíadas de Montreal - 1976

 

Misha (urso) - Olimpíadas de Moscou - 1980

 

Sam (águia) - Olimpíadas de Los Angeles - 1984

 

Hodori (tigre) - Olimpíadas de Seul - 1988

 

Cobi (cachorro) - Olimpíadas de Barcelona - 1992

 

Izzy (boneco) - Olimpíadas de Atlanta - 1996

 

Syd, Olly e Millie (ornitorrinco, pássaro kookaburra e equidna) - Olimpíadas de Sydnei - 2000

Athena e Phevos (pessoas) - Olimpíadas de Atenas - 2004

 

Beibei, Jingjing, Huanhuan, Yingying e Nini (cinco personagens para representar os arcos do símbolo olímpico) - Olimpíadas de Pequim - 2008

Wenlock e Mandeville (duas gotas de aço) - Olimpíadas de Londres 2012

 

Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016

Logo das Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016

Acontecerão, no mês de agosto de 2016 na cidade do Rio de Janeiro (Brasil), os XXXI Jogos Olímpicos de Verão. A abertura será realizada  no dia 5 de agosto. A cerimônia de encerramento ocorrerá no dia 21 de agosto. O lema dos jogos será "Viva sua paixão". As duas cerimônias acontecerão no Estádio do Maracanã.

O estádio do Maracanã está sendo totalmente reformado e modernizado. Sua capacidade será de 82.000 espectadores. 

As cerimônias de abertura e encerramento serão vistas pela televisão por, aproximadamente, 4,5 bilhões de pessoas no mundo todo (estimativa).

A expectativa é de que participem, nas Olimpíadas 2016, cerca de 12.500 atletas de 206 nações.

 

  • Modalidades

Ao todo serão disputadas 28 modalidades olímpicas, duas a mais (Rúgbi de sete e Golfe) do que as dos Jogos Olímpicos de 2012.

 

  • Locais de competição:

Zona Barra

- Centro Olímpico de Treinamento: basquetebol, handebol, judô, lutas e taekwondo
- Centro Olímpico de Hóquei: hóquei sobre a grama
- Centro Olímpico de Tênis: tênis
- Velódromo Olímpico do Rio: ciclismo de pista
- Centro Aquático Maria Lenk: polo aquático e saltos ornamentais
- Estádio Olímpico de Desportos Aquáticos: nado sincronizado e natação
- Arena Olímpica do Rio: ginástica artística, ginástica rítmica e ginástica de trampolim
- Riocentro: badminton, halterofilismo e tênis de mesa e boxe.
- Condomínio Reserva Uno: golfe

Zona Deodoro

- Centro Nacional de Hipismo: hipismo
- Centro Nacional de Tiro: tiro esportivo
- Parque do Pentatlo Moderno: pentatlo moderno
- Arena de Deodoro: esgrima
- Parque Radical: BMX, canoagem slalom e mountain bike

Zona Maracanã
- Estádio do Maracanã: cerimônias de abertura e encerramento e finais do futebol.
- Estádio Olímpico João Havelange: competições de atletismo.
- Praia de Copacabana: sede da maratona aquática, do voleibol de praia e do triatlo.
- Ginásio do Maracanãzinho: voleibol
- Sambódromo da Marquês de Sapucaí: tiro com arco e chegada da maratona
- Estádio São Januário: rugby de sete

Zona Copacabana

- Lagoa Rodrigo de Freitas: canoagem velocidade e remo
- Praia de Copacabana: maratona aquática,  voleibol de praia e triatlo
- Marina da Glória: vela
- Parque do Flamengo: ciclismo de estrada e marcha atlética

Áreas não esportivas

- IBC/MPC
- Praia Olímpica
- Vila de Mídia
- Vila Olímpica

- Em 2020, as Olimpíadas ocorrerão na cidade do Tóquio (capital do Japão).

 

Livros sobre as Olimpíadas

Sonhos Mais que Possíveis - Histórias Reais de Superação, Amor e Determinação em Olimpíadas
   Autor: Cunha, Odir
   Editora: Planeta do Brasil

Os Arquivos das Olimpiadas
   Autor: Cardoso, Mauricio
   Editora: Panda Books

Almanaque Olímpico Sportv
   Autor: Barreto, Marcelo / Freitas, Armando
   Editora: Casa da Palavra

100 Anos de Olimpiadas - de Atenas a Atlanta
   Autor: Cardoso, Mauricio
   Editora: Scritta

Odisséia Olímpica - A História das Olimpíadas e seus Heróis
   Autor: Abrucio, Marcos
   Editora: Cortez

Educação Grega e Jogos Olímpicos: Período Clássico, Helenístico e Romano
   Autor: Garcia, A. B.
   Editora: Paco Editorial

Olimpíadas - Fatos Interessantes Sobre os Jogos Olímpicos - Coleção Conhecendo
   Autor: Todolivro
   Editora: Todolivro

Universo Olímpico - Uma Enciclopédia das Olimpíadas
   Autor: Colli, Eduardo
   Editora: Codex

Zaragoza , Olimpíadas e Futebol Arte
   Autor: Torero, José Roberto; Zaragoza, José
   Editora: J. J. Carol

O Guia dos Curiosos - Jogos Olímpicos
   Autor: Duarte, Marcelo
   Editora: Panda Books

A Virada Olímpica - Como os Jogos Olímpicos Tornam-se a Marca Mais Valorizada do Mundo
   Autor: Payne, Michael
   Editora: Casa da Palavra

Atenas 2004 - O Brasil no Berço dos Jogos Olímpicos
   Autor: Valporto, Oscar
   Editora: Casa da Palavra

Os Jogos Olimpicos na Grecia Antiga
   Autor: Godoy, Lauret
   Editora: Nova Alexandria

Os Jogos Olímpicos na Grécia Antiga
   Autor: Cabral, Luiz Alberto Machado
   Editora: Odysseus

Uma Viagem À Grécia - Os Jogos Olimpicos e os Deuses
   Autor: Tsirakis, Stylianos
   Editora: Odysseus

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...