Como minimizar os efeitos do uso constante do salto alto?

Para muitas mulheres, o salto alto já se tornou um companheiro diário. Mas, infelizmente, esse uso constante não é nada benéfico à saúde. Isso porque, a carga do pé acaba concentrando-se nos dedos e torna-se ainda mais intensa quando a mulher tem pés chatos, cravos ou joanetes. O resultado disso são calos e bolhas na sola, dor e dedos em forma de garra.

Além disso, andar sobre altíssimos saltos pode ainda provocar varizes, encurtar o tendão de Aquiles, causar danos no joelho, problemas de saúde, joanete, calos, tendinite e unhas encravadas.

Por outro lado, uma pesquisa realizada pela Unicamp concluiu que os saltos de 7 a 10 centímetros beneficia a circulação, por diminuir a pressão da veia, e fortalece os músculos da região pélvica, responsável pelo orgasmo. Ou seja, o seu uso não precisa ser proibido, mas dosado.

Veja aqui dicas básicas que visa minimizar esses efeitos negativos no caso das mulheres que se recusam a abandonar os saltos.

 

Altere a altura

Se em um dia você usou um salto muito alto, no outro prefira modelos de até quatro centímetros de altura. A prática faz com que a musculatura fique em um estágio intermediário.

Varie os modelos

Compre modelos com o bico e salto quadrado, que oferecem mais estabilidade e conforto. As plataformas, que são mais indicadas pelos ortopedistas, também são recomendadas porque distribuem melhor o peso por toda a extensão da sola.

 

Crie um novo hábito

Mantenha no carro um modelo confortável e sem salto. As mulheres que utilizam o transporte público, podem adotar o mesmo procedimento. Quando chegar ao trabalho troque pelo modelo de salto alto.

 

Alongue a panturrilha

Ao chegar em casa, no final do dia, utilize um degrau para realizar um exercício simples e que ajuda a manter uma boa circulação do sangue no local: coloque metade do pé sobre o degrau e force a outra metade para baixo. Depois, faça movimentos circulares com os pés para o lado esquerdo e direito. Repita a operação nos dois pés, por 10 minutos.

 

Problemas que o uso excessivo do salto alto causa

O salto alto costuma ser uma ótima opção para quem quer parecer mais alta, elegante e sexy. Porém seu uso excessivo pode acarretar sérios problemas estruturais e de postura.

Está comprovado que o uso contínuo reduz o comprimento das fibras musculares da panturrilha. Ou seja, o encurtamento da musculatura posterior da perna. Por isso, muitas mulheres sentem dores na “batata da perna” ao andar descalça.

Com o tempo, esse problema pode dar origem a um desequilíbrio nas costas, coluna lombar, dorsal e cervical; além de deixar os tendões e ligamentos mais vulneráveis a lesões e torções. Afinal, a flexibilidade se reduz consideravelmente.

A solução é seguir as dicas dadas anteriormente. Quando for à praia caminhe bastante na areia, pois essa é uma ótima forma de fortalecer os músculos dos pés e pernas.

Fonte: mdemulher.abril.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...