Como cuidar de tartarugas domésticas

As  tartarugas são bichinhos dóceis, lentos, que interagem com os humanos de seu jeito discreto, e que podem viver junto a eles harmoniosamente, principalmente se os humanos fornecerem boas condições de alimentação e um habitat adequado para elas. Ter um aquário com tartarugas  pode ser uma opção para quem não quer ter bichinhos de estimação convencionais e aprecia bichos calmos e curiosos. As tartarugas podem viver até 30 anos e nesse período podem crescer e necessitar de um ambiente/aquário maior. Conheça os principais cuidados para criar uma tartaruga em casa com o máximo de cuidado e responsabilidade.

 

Alimentação

As tartarugas comem dentro da água para não engasgarem.

Ração: Sua tartaruga de estimação requer muitas proteínas, minerais e fibras básicos, que estão contidos em rações de tartarugas genéricas, compradas em mercados. Alimentar sua tartaruga doméstica com uma pitada de ração diariamente garantirá uma dose saudável desses ingredientes e também assegurará a saúde mental da sua tartaruga, ao ter um suprimento de comida consistente.

Frutas sortidas: Alimentar sua tartaruga com pequenas frutas sortidas, como uvas e cerejas picadas, ajuda a fornecer à ela vitaminas extras, assim como dá um pouco de estímulo intelectual. A estimulação vem de experimentar novas variedades de frutas, que aumentam a saúde mental da sua tartaruga.

Peixe vivo: Tartarugas domésticas, assim como todos animais domésticos, podem ter problemas de peso e de dieta quando recebem um suprimentos de comida consistente. Ela não precisa trabalhar para receber sua próxima refeição. Como animais em zoológicos que são expostos a jogos e desafios para ganhar comida, manter sua tartaruga doméstica rápida e saudável é importante e é algo que deve ser considerado. Alimente-a com três peixes vivos por semana e deixe-a persegui-los para conseguir sua refeição.

Vegetais e verduras: Vegetais e verduras devem ser incluídos nas refeições de sua tartaruga. Com alto teor de nutrientes importantes para sua tartaruga e um sabor agradável (estímulo intelectual), verduras e vegetais devem ser picados em pedaços do tamanhos de uma mordida de sua tartaruga. Você deve dar a ela cerca de uma caneca por semana.

 

Aquário

  • Tamanho: O tamanho do aquário depende do tamanho da tartaruga. Se elas forem recém-nascidas o aquário pode ter o tamanho de 20 x 20 x 30, mas é sempre ideal que o aquário já seja feito de acordo com as medidas do animal adulto, para não ocorrerem mudanças constantes de ambiente, o que pode acabar estressando o animal.
  • Área seca e área molhada: É necessário que dentro do aquário exista uma rampa para a tartaruga sair da água e ir para uma área seca quando necessitar. Ambas as áreas são necessárias para o habitat da tartaruga. Na área seca você pode fazer uma caverninha para a tartaruga se abrigar. Na área molhada a profundidade da água deve ter no mínimo o mesmo comprimento da tartaruga, é necessário que ela consiga ficar em pé dentro d’água e a água a cubra.  O aquário das tartarugas não necessita de decoração como pedras, areia ou cascalho. É melhor que não tenha nada para a tartaruga não correr o risco de engolir alguma coisa pois ela é um animal extremamente curioso!
  • Iluminação: O aquário deve ficar num local iluminado, mas não com incidência direta do sol. As tartarugas necessitam do sol pois a vitamina D3 é essencial para seu desenvolvimento e saúde. Para aquários em que não bate sol existem lâmpadas especiais que emitem o raio UV necessário para a tartaruga. De todo modo, coloque a tartaruga para tomar sol 3 vezes por semana durante alguns minutos.
  • Ambiente: Também deve ser um local silencioso, longe de aparelhos de som e televisão, pois a tartaruga possui ouvidos muito sensíveis. Observe o animal em seu habitat. Uma tartaruga satisfeita ficará a maior parte do tempo na água, do contrário tentará sair, subirá nas paredes do aquário e escapar.
  • Plantas: Faz bem ao animal que o aquário seja decorado com plantas. A tartaruga pode se alimentar das plantas que contém vitamina A e fazem bem às suas vistas e à sua carapaça. As plantas aquáticas preferidas das tartarugas são a Vallisneria sp., Naja guadalupensis, Hydrilla sp., Potamogeton nodosus e Myriophyllum spicatum. Para a parte seca o hibisco e a papoula são apreciados, e também verduras como a couve. O aquário não pode ser tampado pois o excesso de umidade pode provocar doenças.
  • Limpeza: Uma vez por semana no mínimo é o numero de vezes que você deverá limpar o aquário da tartaruga, elas fazem mais lambança nos aquários que os peixes. Utilize filtros potentes e que fiquem submersos para auxiliarem na limpeza.

 

Como identificar a espécie de uma tartaruga

É importante identificar a espécie de uma tartaruga para se certificar de que é seguro mantê-la como animal de estimação e para saber como cuidar dela adequadamente.

 

Instruções

  1. Tome cuidado ao pegar a tartaruga. Se a tartaruga tiver a seguinte descrição, então provavelmente é uma tartaruga mordedora: Garras nas patas dianteiras e traseiras com membranas, uma carapaça ventral menor do que o corpo da tartaruga, uma carapaça dorsal escura e mandíbulas em forma de gancho.
  2. Observe as patas da tartaruga. Se as patas tiverem membranas, a tartaruga é nadadora e vive parcialmente ou completamente na água. Se a tartaruga possui garras, então é uma tartaruga terrestre.
  3. Inspecione a carapaça da tartaruga. Se a carapaça for macia, então ela é considerada como uma tartaruga de carapaça macia. Se a parte dorsal da tartaruga for alta e em forma de cúpula, então provavelmente é uma tartaruga caixa. Se a parte dorsal da carapaça for lisa com marcas pretas, amarelas, vermelhas ou laranjas, é provavelmente uma tartaruga pintada da espécie Chreysems.
  4. Faça anotações das características físicas da tartaruga e inclua notas sobre as escalas do rabo, cabeça e listras na perna e a junta na parte ventral da carapaça.
  5. Consulte um guia sobre espécies de tartarugas.
  6. Tire uma foto da tartaruga e poste em um fórum sobre espécies de tartarugas. Vários especialistas em animais visitam esses fóruns e podem ser capazes de identificar a espécie da tartaruga.
  7. Marque uma consulta com o seu veterinário local, que pode identificar a espécie da tartaruga e lhe orientar no que diz repeito a como alimentar e cuidar dela.

 

Lista de raças de tartaruga

Existem raças como: tartaruga aligator, tartaruga de agarramento americana, tartaruga de caixa, de água doce diamante negro, tartaruga espinhosa de casco mole, tartaruga do leste do rio Cooter, tartaruga pintada, tartaruga deslizante, tartaruga manchada e tartaruga da floresta, embora muitas delas você nunca verá no meio ambiente em que vivemos. Umas poucas são encontradas em lagoas e as origens e suas características são interessantes para descobrir.

 

Tartarugas de caixa

As tartarugas de caixa têm grandes conchas "quadradonas" que são de cor escura com algumas marcações amareladas ou de luz. Encontradas em todo o mundo, elas frequentemente são tiradas de sua floresta natural e ambientes com riacho e transformadas em animais domésticos. Porém, elas não são necessariamente o melhor animal de estimação se você não é familiarizado com tartarugas e não tem espaço suficiente para elas. As tartarugas de caixa requerem ambientes ao ar livre com muita sombra e oportunidade de permanecerem ativas para procurarem seu próprio alimento. A dieta consiste em qualquer coisa que elas encontrarem, de plantas e frutos a insetos. Se você mora em um ambiente de campo isso funciona, mas a tartaruga de caixa não é para uma existência dentro do aquário.

 

Tartaruga de lama

Se você está procurando pela melhor raça de tartaruga para ser um animal de estimação, a tartaruga de lama é ideal. Compactas e com cerca de 12,5 cm de comprimento quando adulta, elas são perfeitas para ambientes internos e se dão muito bem em aquários. Como a maioria das tartarugas, elas têm vida longa e podem viver mais de 50 anos. Se lançadas para a vida selvagem elas são boas, mas devem ser lançadas perto de um pequeno lago ou algo parecido com água. A melhor época para fazer isso é entre março e maio, durante a temporada de reprodução. Quando liberada, a tartaruga de lama tem uma chance melhor de encontrar um grupo de tartarugas como ela.

 

Controles deslizantes de orelha vermelha

Uma tartaruga maior, muitas vezes vista como um animal de estimação é um controle deslizante e cresce mais de 28 cm de comprimento. Elas são visualmente impressionantes com listras vermelhas atrás de cada olho até os ouvidos e manchas pretas na parte inferior. Por causa do tamanho elas são mais fortes e seguras na selva. Elas são encontradas em áreas de pântano e são muito ativas nadando, cavando e alimentando, mas as maiorias das tartarugas fazem e gostam de deitar sob o sol durante horas. Essas tartarugas comem mais carne do que outras, mas à medida que envelhecem e perdem agilidade, comem menos.

 

Tartaruga pintada

Se você tem uma imagem de tartaruga pequena em mente, provavelmente é a tartaruga pintada. Encontradas em vários movimentos lentos, corpos pequenos, elas são as tartarugas mais populosas da América do Norte, crescendo em qualquer lugar de 10 cm a 25 cm do comprimento na maturidade. Se você ver uma tartaruga pintada grande, provavelmente é fêmea, pois elas tendem a ser maiores que os machos. Essas tartarugas podem ser de várias combinações de preto, verde, vermelho e amarelo. Elas preferem a água e, na verdade, dormem nela, ao invés de um galho acima. Por causa do grande tempo que elas preferem ficar na água, não é uma boa ideia tê-las como animal de estimação, a menos que você possa oferecer um espaço suficiente com água. Um aquário pequeno não é ideal. Se você tiver uma dessas tartarugas como animal de estimação, você deve aprender rapidamente que elas comem qualquer coisa que ofereça, apreciando uma dieta de frango, minhocas, insetos e alface.

 

Como saber a idade de uma tartaruga

O recorde da tartaruga que viveu por mais tempo é de uma que pertence a família das tartarugas reais da ilha-nação de Tonga no Pacífico. Essa tartaruga viveu de 1777 até 1965 - uma incrível marca de 188 anos! Tartarugas são conhecidas por suas vidas longas e normalmente vivem por 50, 75, ou até 100 anos, dependendo da espécie. Mas como você pode saber a idade de uma tartaruga quando não há nenhum registro da data na qual ela nasceu? Bem, você não pode dizer precisamente, mas existem formas de estimar com segurança a idade delas. Muitas tartarugas possuem cascos duros que formam linhas nos escudos (escalas) do casco assim como os anéis de crescimento de uma árvore. Os anéis das árvores são uma medida precisa da idade dela. As linhas de escudo de uma tartaruga não são precisas, mas você pode usá-las combinadas com outras informações para determinar a idade dela, sendo bastante próxima da verdadeira. Leia para aprender como determinar a idade de uma tartaruga.

  • Identifique a espécie da tartaruga. As espécies de tartaruga variam em sua estimativa de vida e essa informação te ajuda a saber quanto tempo demorou para a sua tartaruga para amadurecer e quanto tempo ela pode já ter vivido. Também precisa ser uma espécie de tartaruga de casco duro. Espécies de casco mole não formam as linhas de observação. Você pode usar o link abaixo para visitar uma biblioteca extensa de informações sobre muitas espécies de tartaruga.
  • Olhe atentamente para um dos escudos. Eles são como seções de escalas que formam o casco da tartaruga. Você vai ver um padrão de linhas que se formam conforme a tartaruga cresceu e adicionou camadas ao casco. Conte as linhas. Esse número vai ser o seu ponto de partida para estimar a idade da tartaruga uma vez que a informação for determinada.
  • Pese a tartaruga e meça seu casco usando uma fita métrica. Compare seu resultado com a descrição para essa espécie de tartaruga. Se a tartaruga for pequena (e especialmente se existem poucos anéis), então é uma tartaruga jovem. A maioria das tartarugas amadurecem em seis anos ou menos, então você pode chutar que a idade de uma tartaruga jovem é por volta de um ano.
  • Examine o casco para identificar danos e desgaste se a tartaruga for grande o suficiente para ser adulta. Um casco com alguns arranhões ou lascas indica uma tartaruga provavelmente mais nova do que o número de linhas do escudo indica. Tartarugas que tiveram um bom suprimento de comida e bom ambiente ou que estiveram em cativeiro por muito tempo vão crescer mais rápido e formar mais linhas. Por outro lado, uma tartaruga cujo casco é muito marcado pode ser mais velha do que suas linhas de escudo indicam.
  • Junte todas essas informações com qualquer informação que você possa reunir sobre o passado da tartaruga e faça uma estimativa de sua idade. Você não ser capaz de dizer com certeza, mas você poderá fazer um palpite bem plausível dentro de cinco anos ou menos - talvez dez anos se for uma tartaruga realmente velha.

 

Como saber se um filhote de tartaruga morreu

Tartarugas são animais de estimação semi-aquáticos que requerem cuidados avançados e uma dieta especial. Elas são delicadas e sensíveis a mudanças no ambiente e podem morrer se ficarem estressadas ou doentes. Como elas se movem devagar e hibernam, saber se seu filhote de tartaruga morreu pode ser um desafio.

Tartarugas se movem lentamente e podem parecer mortas quando estão dormindo.

  • Cheire a tartaruga. Se o filhote estiver morto, ele começará a se decompor dentro de algumas horas. Mesmo que a tartaruga seja pequena, o cheiro será forte e óbvio, mesmo se você estiver em outro cômodo. A tartaruga, o aquário e a área próxima a ela possuirão um odor de carne podre se ela estiver morta. Aquários de tartarugas podem desenvolver um cheiro duvidoso se não forem limpos adequadamente ou se houver sobras de alimentos podres dentro dele. Entretanto, se a própria tartaruga estiver cheirando mal, ela provavelmente está morta.
  • Cutuque o animal. Tartarugas não gostam de ser tocadas e irão recuar ou reagir mesmo se forem cutucadas gentilmente. Se ela ainda não se mover, coloque-a delicadamente de costas em uma superfície firme. Isso fará com que ela entre em pânico e tente se virar, logo, se ela se mexer, não está morta.
  • Observe a tartaruga. Existem sinais físicos de que uma tartaruga morreu, e eles podem ser vistos observando o animal e seu ambiente. Mesmo quando elas estão dormindo, apresentarão alguns sinais de movimento, como um batimento cardíaco ou leves contrações musculares. Quando uma tartaruga começa a se decompor, seus olhos são os primeiros a serem afetados. Eles parecerão afundados se ela estiver morta e podem estar abertos ou fechados. Uma tartaruga morta não afundará, mas ficará boiando na superfície da água. Além disso, ela também pode parecer estar coberta por um material viscoso, quase como se estivesse trocando de pele.

 

Como preservar o casco de uma tartaruga morta

O casco de uma tartaruga é composto por uma série de placas ósseas cobertas por uma camada de queratina. Isso serve como a proteção primária das tartarugas contra os predadores, permitindo-as retrair todo o seu corpo para dentro do casco. Quando a sua tartaruga de estimação morre, você pode querer preservar seu casco, o que pode se tornar uma bonita decoração na sua prateleira para lhe lembrar do seu bicho. Diferentemente de outros projetos de taxidermia, os quais envolvem compostos químicos pesados e um empalhamento complicado, isso pode ser feito com um processo simples e natural.

  • Enterre o casco da tartaruga em uma pilha de compostagem. A maneira mais segura de preservar um casco é deixando que a tartaruga se decomponha de maneira natural. Taxidermistas profissionais normalmente usam compostos químicos e ácidos para dissolver a tartaruga morta, mas isso é perigoso para um amador.
  • Marque o lugar em que você a enterrou para que você possa encontrá-la com facilidade quando chegar a hora de desenterrá-la.
  • Verifique o casco da tartaruga a cada duas ou três semanas para se certificar de que a tartaruga está se decompondo e o casco está ileso. Por razões óbvias, isso pode ser um processo macabro, e é melhor que seja feito por um adulto, principalmente se a tartaruga era um animal de estimação da família.
  • Desenterre o casco uma vez que a tartaruga aparente ter se decomposto por completo. Pode ser que ainda tenham ossos e outros materiais dentro do casco. É importante que você não espere muito para desenterrá-lo, porque ele pode sofrer danos caso fique enterrado por muito tempo.
  • Deixe o casco no sol por alguns dias para que ele seque. O cheiro provavelmente será ruim, então mantenha o casco do lado de fora da casa, mas em algum lugar seguros dos bichos de estimação e outros animais.
  • Lave minuciosamente o casco e ele estará pronto para ser usado como decoração.

 

Como Fazer um Aquário de Tartaruga

Se forem bem cuidadas, as tartarugas podem viver em cativeiro durante décadas. No entanto, isto requer uma atenção especial sua, a começar pela criação dos arranjos de seu novo lar.

  • Determine o nível da água. As tartarugas aquáticas se desenvolvem melhor quando são mantidas em água que tenham como profundidade o seu tamanho, o que faz com que você ajuste o nível de água enquanto sua tartaruga cresce. Não precisa ser exato, apenas uma aproximação grosseira. Coloque cerca de 3 centímetros de cascalho do aquário no fundo do aquário, em seguida, adicione água até a profundidade adequada. Você pode ajustar o cascalho para criar um pequeno "buraco para natação" um pouco mais profundo, se quiser.
  • Crie uma área de terra. Tartarugas precisam de um lugar onde elas possam arrastar-se completamente fora da água. Usando pedras ou ardósia, construa uma área para aquário para criar uma "ilha da tartaruga" logo acima da superfície da água cerca de uma vez e meia maior do que o corpo da tartaruga. Verifique se há uma rampa que a tartaruga pode usar para subir à terra e se as rochas possuem bordas lisas, ou a tartaruga pode se cortar.
  • Crie um esconderijo. Usando pedras, você pode criar bordas e esconderijos, ou adicionar algumas plantas falsas. Em áreas terrestres, uma pequena caixa pode ser facilmente convertida em uma caverna de tartaruga.
  • Forneça calor. Tartarugas de zonas temperadas, preferem entre graus 18º a 24º C. Mesmo que elas consigam tolerar variações de temperatura, todas as tartarugas ainda precisam de uma lâmpada incandescente para se aquecer. Aponte-a para área de terra para que sua tartaruga possa subir para descansar e digerir com sensação de calor. Se você possui uma tartaruga tropical, pode ser necessário aquecer a água também caso a temperatura ambiente em sua casa caia regularmente abaixo de 24 graus C.
  • Adicione luz. Todas as tartarugas precisam de luz UV. Ela é facilmente fornecida por uma lâmpada fluorescente de espectro completo com os raios UVB. Este tipo de luz permite que a tartaruga absorva a vitamina D contida em seu alimento. Sem vitamina D, sua tartaruga não será capaz de criar uma boa carapaça, e seus olhos ficarão inchados e com lodo. Luzes (fluorescentes e incandescentes) devem ser fornecidas por aproximadamente 12 horas por dia.
  • Adicionar um filtro. A água potável é importante para a saúde de sua tartaruga. Compre um bom filtro que funciona bem quando submerso em baixos níveis de água. A água em seu tanque para tartaruga deve ser trocada uma vez por semana. Se você estiver usando água da cidade, um anti-cloro deve ser adicionado. Você também pode adicionar 1 colher de sopa. de sal para cada 20 litros de água. Isso ajudará a suprimir o crescimento de bactérias e fungos.

 

Como fazer um viveiro aquático ao ar livre para uma tartaruga

Se você possuir tartarugas aquáticas, como o cágado de orelha vermelha ou cágados rajados, vai querer fornecer a esses animais de aparência gentil o melhor lar possível. Um viveiro ao ar livre bem feito é o ambiente ideal para a tartaruga, pois ele fornecerá duas coisas essenciais para a saúde do animal -- luz solar natural para fixar o cálcio e um local onde ele possa hibernar. Prestando um pouco de atenção nos requisitos, segurança e saneamento das tartarugas, pode-se montar um viveiro ao ar livre onde as tartarugas possam se desenvolver bem.

Você vai precisar de:

  • Piscina infantil, forro de lagoa ou bacia em concha de pelo menos 200 litros
  • Cascalho e pedras para aquários

  • Filtro para lagos

  • Desclorador de água

  • Troncos flutuantes ou isopor

  • Malha de vinil

  • Arames para galinheiro ou grades

  • Plantas aquáticas variadas

    Fonte: www.estimacao.com.br / www.ehow.com.br

  • Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...