Covers que ficaram melhores que as músicas originais

Desde que música é música, os músicos fazem covers de outros artistas e bandas, seja ao vivo ou uma regravação. O interessante é que, muitas vezes, o cover acaba ficando melhor do que a versão original e ainda faz o maior sucesso. Fizemos uma lista das canções que julgamos terem se encaixado melhor em outras vozes que não seja a original.

 

Endless Love

"Endless Love" é uma canção originalmente gravada por Lionel Richie e Diana Ross nos anos 80. Mais foi regravada pelo cantor norte-americano Luther Vandross e a cantora e compositora Mariah Carey e lançada em 29 de agosto de 1994 pela Epic Records. Sem desmerecer a versão original, mas o cover de Mariah e Luther ficou impecável. Mariah colocou doçura na canção e a voz de Luther a deixou mais romântica.

 


 

Mother

Esta é uma canção de John Lennon, onde ele fala do abandono da mãe e do pai. Em 2007, Christina Aguilera a regravou para o álbum Instant Karma: The Amnesty International Campaign to Save Darfur, um tributo a John Lennon. A canção ganhou muito mais força e emoção na voz de Aguilera, apesar de não ter feito tanto sucesso quanto a original.

 


 

Basket Case

"Basket Case" é um single da banda estadunidense Green Day, do álbum Dookie. Foi lançado em 1994/1995. Na sua primeira turnê, a Try To Shut Me Up Tour, a cantora Avril Lavigne incluiu este cover do Green Day. Ficou tão bom, que muitos fãs pensou que a canção fosse realmente da roqueira.

 


 

Knockin' on Heaven's Door

"Knockin' on Heaven's Door" é um single de Bob Dylan, lançado na trilha sonora do filme Pat Garrett & Billy the Kid. É uma de suas canções mais famosas, regravada por diversos artistas, dentre os quais a banda Guns N' Roses. Os californianos fizeram um Hard Rock da canção e a introduziu no álbum Use Your Illusion II de 1991. Foi o melhor cover da canção, fazendo mais sucesso que a original. Só podia ser rock and roll!

 


 

Crazy

Crazy é uma canção do cantor britânico Seal lançada em 1991. Posteriormente foi regravada pela cantora canadense Alanis Morissette, entrando para o Alanis Morissette: The Collection, uma coletânea lançada pela cantora em 2005. Com esse cover Alanis recebeu duas indicações ao People's Choice Awards. A canção se encaixou melhor na voz de Alanis, deixando-a mais ritmada e mais gostosa de ouvir.

 


 

All By Myself

All By Myself é uma balada de Eric Carmen de 1975, que teve várias regravações por outros artistas. A versão original dura sete minutos, com um longo solo de piano. Um dos mais notáveis covers de "All by Myself" foi gravada por Celine Dion em 1996. É indiscutivelmente um dos mais poderosos performances vocais de Dion. Também foi gravada uma versão em espanhol, chamado "Sola Otra Vez". Celine conseguiu deixar a música mais sentimental e a canção também se encaixa melhor em voz feminina.

 


 

Respect

Esta é uma canção estadunidense escrita e originalmente lançada como single por Otis Redding em 1965. Em 2002, Kelly Clarkson interpretou a canção três vezes na primeira edição do reality show American Idol, que mais tarde viria a ganhar. Em 2004, Clarkson gravou a canção para a trilha-sonora do filme Ella Enchanted. A canção ficou bem melhor em uma voz feminina, dando mais força a letra. Kelly também a interpretou de forma mais compreensível do que a original.

 


 

I Will Always Love You

"I Will Always Love You" é uma música da cantora norte-americana Dolly Parton. Escrita em 1973 e gravada em 1974, foi um grande sucesso na parada country. Porém nada se compara a versão de Whitney Houston gravada em 1992 para a trilha sonora do filme O Guarda-Costas. A versão de Houston foi um enorme sucesso em todo o mundo e foi eleita a canção feminina mais bem sucedida da história. Precisa dizer mais alguma coisa? Whitney colocou emoção na canção e se não fosse seu talento, essa música só seria mais uma no meio de tantas outras e não causaria tanto impacto.

 


 

Twist and Shout

Twist and Shout é uma canção escrita por Phil Medley e Bert Russell. A primeira gravação da canção foi feita pelos The Topnotes. Mais tarde os Beatles lançaram o cover em seu álbum de estreia. John Lennon, o líder vocal da canção, estava com gripe no dia e usava pastilhas para a garganta, por isso, ele produziu uma memorável performance vocal, rouca e dinâmica. A canção vendeu 1 milhão de cópias e atingiu as 10 mais tocadas em qualquer lista de paradas de sucesso norte-americanas.

 


 

Behind Blue Eyes

"Behind Blue Eyes" é uma canção escrita originalmente por Pete Townshend em 1969, da banda The Who e lançada em 1971. Limp Bizkit gravou o cover e lançou em 2003 no álbum Results May Vary, no qual alguns trechos da letra original foram alterados, e outros retirados. A versão original parecia mais uma canção que ainda não tinha sido finalizada (uma demo) e o Limp Bizkit soube dar o toque final que ela precisava.

 


 

You've Got To Hide Your Love Away

"You've Got to Hide Your Love Away" é uma canção composta por John Lennon e gravada pela banda britânica The Beatles para o álbum Help! de 1965. A banda de rock Pearl Jam frequentemente faz cover dessa canção em seus shows. É uma performance acústica muito bonita, onde vemos apenas Eddie Vedder e seu violão. Para ter noção da diferença, só assistindo!

 


 

My Prerogative

"My Prerogative" é uma canção do artista americano Bobby Brown. Foi lançado em 11 de outubro de 1988. "My Prerogative" é considerada por muitos como um hino do new jack swing. "My Prerogative" recebeu covers de uma série de artistas de diferentes gêneros, principalmente por Britney Spears. Ela lançou seu cover em seu primeiro álbum de compilação, Greatest Hits: My Prerogative (2004). Teve um destaque por estar se referindo a relação de Spears com a mídia no momento. A versão de Spears superou a versão de Brown no resto do mundo, chegando ao topo das paradas em vários países.

 


 

London London

“London, London” é uma canção composta por Caetano Veloso durante o seu período de exílio em Londres iniciado ao final da década de 60. Foi lançada no terceiro álbum solo do cantor, em 1971. Quinze anos depois foi regravada pelo grupo RPM, novamente colocando a canção nas paradas de sucesso e soando bem mais melancólica e bela. Isso se deve ao instrumental e principalmente pela voz suave de Paulo Ricardo, pois apresenta um inglês com sotaque não tão pesado quanto o de Caetano Veloso.

 


 

The Man Who Sold The World

“The Man Who Sold the World” é uma canção de David Bowie e faixa título de seu terceiro álbum, lançado nos Estados Unidos em 1970. A princípio a letra soa pessimista e digna de diversas interpretações. O toque pessoal do Nirvana acabou presenteando-lhe com um aspecto racional, realmente demonstrando melancolia e pessimismo. A voz característica de Kurt Cobain, contribuíram para que a gravação se tornasse inesquecível.

 


 

Promise This

Esta é uma canção da cantora britânica Cheryl Cole lançada em 2010. A música é bem pop e dançante, o que não combinou muito com a letra, que é romântica e inocente. Quem fez o cover foi Adele. Ela fez um acústico com uma voz leve e um coral ao fundo, deixando a música bonita e com um tom mais sincero.

 


 

Like a Rolling Stone

Esta é uma canção do cantor e compositor Bob Dylan. Foi lançada em 1965 e representa uma das suas canções mais influentes. Foi nomeada a melhor canção de todos os tempos e é sempre interpretada por outros artistas e bandas. O cover que conseguiu superar até a versão original foi o da banda punk Green Day. Os instrumentos ficaram mais bem marcados e a canção ganhou maior musicalidade devido a voz de Billie Joe Armstrong.

 


 

The Saints Are Coming

"The Saints Are Coming" foi um single da banda de punk rock escocesa The Skids, lançado em 1979. Porém a canção só se tornou um sucesso internacional, atingindo o #1 lugar, na versão das bandas U2 e Green Day. As vozes de Bono Vox e Billie Joe Armstrong casaram muito bem, sem contar o profissionalismo dos instrumentistas de cada banda. O single ganhou um Grammy para "Melhor Performance de Rock por um Duo ou Grupo com Vocais".

 


 

When You Were Mine

Esta é uma canção de Prince que mais tarde foi regravada por Cyndi Lauper. A música fez muito sucesso na voz de Lauper e se tornou o seu segundo maior clássico, o primeiro foi Girls Just Wanna Have Fun. Cyndi deu muito mais empolgação a canção e a deixou bem divertida. Com certeza deve ter tocado muito nas festas dos anos 80.

Nenhum comentário:

id='comment-post-message'>

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...