Álbuns Internacionais Mais Vendidos no Brasil

Já postamos Os artistas nacionais que mais venderam discos, os Álbuns mais vendidos no Brasil desde 1970 e Os artistas internacionais que mais venderam discos no Brasil. Agora é a vez de listarmos os álbuns internacionais mais vendidos no Brasil. Como não podia deixar de ser, o Rock e o Pop dominam a lista. Vamos conferir que álbuns são esses?

 

Serious Hits... Live! (1990)

É um álbum ao vivo do cantor Phil Collins, lançado em 1990 em LP duplo e CD. O álbum é um registro dos melhores momentos da turnê do álbum de estúdio ...But Seriously, reunindo canções gravadas em shows nos Estados Unidos, Inglaterra, França, Alemanha e Itália. Entre os principais sucessos, constam Against All Odds, Don't Lose My Number, In The Air Tonight, Another Day in Paradise e Easy Lover.

Em 2003, foi lançado um DVD com o registro na íntegra do show realizado em Berlim, na Alemanha. O show foi considerado por Collins como o melhor desempenho da turnê, devido à energia da população alemã após a queda do Muro de Berlim, que provocaria a reunificação da Alemanha (a capital alemã se localizava na parte oriental do país, e também foi dividida em setores ocidental e oriental).

O álbum vendeu mais de 750,000 cópias apenas no Brasil.

 

Jagged Little Pill (1995)

É o terceiro álbum de estúdio da carreira da cantora e compositora canadense Alanis Morissette e o primeiro a ser lançado internacionalmente. Este álbum marca uma nova fase da cantora, onde a mesma fica excessivamente popular no mundo por causa do seu estilo alternativo, de seus vocais e de suas canções que são confissões emocionais.

Este álbum está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame. O álbum foi um grande sucesso, conseguindo ficar por 12 semanas não consecutivas em #1 nos Estados Unidos (Billboard 200) e sendo um dos três álbuns - assim como Thriller de Michael Jackson e Falling into You de Celine Dion - a ficar no top 10 por 69 semanas.

Em 2003, o álbum foi escolhido como o 327° pela revista Rolling Stone como um dos 500 Grandes Álbuns de Todos Os Tempos ("The 500 Greatest Albums Of All Time"). Registros afirmam que Jagged Little Pill é o décimo segundo mais bem vendido álbum de todos os tempos e é o segundo mais vendido da década de 1990, atrás apenas do álbum ...Baby One More Time da cantora Britney Spears.

Jagged Little Pill vendeu 28 milhões de cópias até 2000, 30 milhões em Janeiro de 2005 e 33 milhões em 2009. No Brasil, a marca atingiu mais de 500,000 cópias vendidas.

 

Greatest Hits II (1990)

É um álbum dos melhores êxitos da banda de rock inglesa Queen, lançado em 28 de Outubro de 1991, um mês antes do falecimento do vocalista Freddie Mercury. O disco contém uma seleção de canções de 1982 a 1991. Só aqui no Brasil o álbum conseguiu atingir a marca de mais de 500,000 cópias vendidas.

É lógico que a morte de Freddie influenciou muito nisso…

 

The Immaculate Collection (1990)

É o nome de um disco da cantora Madonna. É também a coletânea mais vendida de todos os tempos. Reúne algumas músicas e alguns sucessos compreendido entre 1983 e 1990, e algumas inéditas. Vendeu cerca de 32 milhões de cópias no mundo inteiro. É também, o álbum mais vendido da carreira de Madonna.

As canções que se encontram no disco são quinze grandes sucessos de Madonna da década de oitenta, mais duas canções inéditas, Rescue Me e Justify My Love (esta última possui um b-side chamado "The Beast Within"). O disco foi pensado no sentido de incluir canções orientadas para o mundo das discotecas, bem como baladas.

Outras canções de Madonna que também foram grandes sucessos, como "Dress You Up," "Who's That Girl," e "Causing a Commotion", não foram incluídas no disco. As versões das músicas incluídas no disco foram remixadas por Shep Pettibonne e são exclusivas do álbum; não são nem as versões originais encontradas nos discos e nem as `radio edits`.

Faixas como "Lucky Star" (ao qual Madonna regravou os vocais para a coletânea), "Holiday" e "Borderline" ganharam um andamento mais acelerado para ficarem ainda mais dançantes e "Express Yourself" e "Like a Prayer" ganharam remixes que as deixaram completamente diferentes das versões originais.

Além disso, a remasterização das músicas usou a tecnologia QSound: The Immaculate Collection foi o primeiro e um dos últimos discos a usar esse processo, que teoricamente aumenta a sensação de estereofonia das músicas, mas por outro lado, em alguns instantes, faz com que as faixas adquiram um certo ar artificial.

Na mesma época do lançamento do disco foi editada uma coletânea de videoclipes com o mesmo nome, trazendo os maiores sucessos da Madonna no período. Na mesma época foi vendido um pack, o "The Royal Box" que trazia a fita cassete ou o CD mais a fita VHS, mais alguns cartões com fotos da Madonna se apresentando no VMA`s de 1990.

No Brasil o disco foi lançado em vinil duplo com capa dupla também; cada disco vinha num encarte próprio de papelão com duas fotos enormes da Madonna. A versão em fita cassete inicialmente foi em cassete duplo também, mas em re-edições futuras ele saiu como cassete único usando as problemáticas fitas de 90 minutos de duração.

The Immaculate Collection é o álbum da Madonna lançado no maior número de formatos: os já citados vinil e cassete, CD, DCC (Digital Compact Cassete, um formato de gravação digital da Philips que não deu certo comercialmente) e também em MD (Mini Disc, um formato de gravação portátil muito popular no Japão).

A versão em vídeo saiu também em diversos formatos: VHS, LD (os discos digitais do tamanho de discos grandes de vinil), VCD (popular na Ásia, gravações com qualidade de VHS num CD) e agora em DVD. A título de curiosidade, o disco inicialmente iria ter na capa uma foto da Madonna, nos mesmos moldes da capa que acabou sendo usada na coletânea de vídeos, mas na última hora Madonna decidiu deixá-la de lado pois se achou muito parecida com o Mike Tyson.

Só no Brasil esta coletânea vendeu mais de 500,000 cópias.

 

Like a Prayer (1989)

É o quarto álbum de estúdio da cantora e compositora norte-americana Madonna, lançado em 21 de Março de 1989 pela Sire Records, três anos após de seu antecessor, True Blue (1986). Madonna trabalhou com o cantor americano Prince, e com os produtores Patrick Leonard e Stephen Bray, co-escrevendo e co-produzindo todas as canções do álbum.

Considerado o lançamento mais introspectivo de Madonna na época, Like a Prayer tem sido descrito como um álbum confessional. Ela descreveu o álbum como

"uma coleção de canções sobre minha mãe, meu pai e laços com minha família".

O álbum foi dedicado à sua mãe, que morreu quando a cantora ainda era jovem. O álbum usa instrumentação ao vivo e incorpora elementos de dance, funk, gospel e soul em um estilo pop mais geral. Madonna chamou atenção à sua educação católica, como pode ser visto na faixa-título.

As letras do álbum tratam de temas da infância e adolescência de Madonna, tais como a morte de sua mãe em "Promise to Try", a importância da família em "Keep It Together" e a relação com seu pai em "Oh Father". Madonna também prega emponderamento feminino em "Express Yourself".

Logo após seu lançamento, Like a Prayer recebeu aclamação geral da crítica musical. A revista Rolling Stone citou que o álbum

"é o mais perto que o pop já chegou da arte".

Comercialmente, Like a Prayer tornou-se um sucesso internacional, assim como seus antecessores, alcançado o topo das paradas em vários territórios. O álbum foi certificado com quatro discos de platina nos Estados Unidos pela Recording Industry Association of America (RIAA). Seis singles foram lançados à partir do álbum: "Like a Prayer", "Express Yourself", "Cherish", "Oh Father", "Dear Jessie" e "Keep It Together".

"Like a Prayer" tornou-se o sétimo single número um de Madonna na Billboard Hot 100, enquanto "Express Yourself" e "Cherish" atingiram o segundo lugar. Em todo mundo, o álbum já vendeu cerca de 15 milhões de cópias. Com os videoclipes que acompanharam os singles, Madonna promoveu sua criatividade, tornando-se uma figura de liderança no formato.

O vídeo de "Like a Prayer" foi um "para-raios" para a controvérsia religiosa, usando iconografia religiosa e queimando cruzes, além de ter promovido um beijo em um "santo negro". Tal vídeo foi condenado pelo Vaticano, que condenou a parceria da Pepsi com a cantora, levando a empresa a cancelar o contrato de promoção do videoclipe de Madonna.

"Express Yourself" tornou-se o vídeo mais caro feito na época. O álbum foi precedido pela aclamada turnê Blond Ambition Tour. No final da década de 1980, após o lançamento de Like a Prayer, Madonna foi nomeada como a Artista da década por diversas mídias especializadas, entre elas a Billboard e a MTV.

Além de tudo isso, o álbum ainda conseguiu vender mais de 500,000 cópias aqui no Brasil.

 

Spice (1996)

É o álbum de estreia das britânicas Spice Girls. Foi um estrondoso êxito de vendas, lançando-as a um nível internacional. Deste álbum foram extraídos cinco singles de grande sucesso: "Wannabe", "Say You'll Be There", "2 Become 1", "Mama" e "Who Do You Think You Are". Vendeu mais de 23 milhões de cópias no mundo e mais de 500,000 aqui no Brasil.

 

Backstreet's Back (1997)

É o segundo álbum de estúdio da banda estadunidense Backstreet Boys, lançado em 11 de agosto de 1997 na Europa. Foi uma continuação do seu debute internacional auto-titulado bem sucedido. Algumas canções deste álbum, e o lançamento prévio foram compilados em um segundo álbum auto-titulado cujo lançamento coincidiu com este álbum.

O álbum vem com um conteúdo Enhanced CD. A primeira faixa gravada para este álbum foi uma cover de P.M. Dawn chamada "Set Adrift on Memory Bliss", outra canção foi "If You Stay" que não está no álbum. Junto com a edição americana, este álbum vendeu 28 milhões de cópias mundialmente.

Só no Brasil foram mais de 500,000 cópias vendidas.

 

Millennium (1999)

É o terceiro álbum de estúdio da banda Backstreet Boys, lançado em 18 de maio de 1999, é o álbum de maior sucesso da banda até hoje. Quebrou recordes de vendas, sendo considerado até hoje um dos álbuns mais vendidos no mundo com 9.445.732 cópias vendidas na primeira semana de lançamento e cerca de 13 milhões até hoje, o que garantiu ao álbum a 1ª posição da Billboard Top 200 por 15 semanas seguidas além de álbuns de platina em 45 países.

Até dezembro de 1999 o álbum esteve em 1º lugar na lista dos mais vendidos dos Estados Unidos 4 vezes e ganhou 7 álbuns de platina só neste país. Aqui no Brasil novamente foram mais de 500,000 cópias vendidas.

 

Paint the Sky with Stars (1997)

É a primeira coletânea de maiores sucessos da cantora irlandesa Enya. Foi lançada em 11 de Novembro de 1997, pelo selo Warner Music. A compilação traz os maiores sucessos de Enya de seus primeiros álbuns, com duas músicas inéditas, "Only If" e a faixa título "Paint the Sky with Stars". O álbum vendeu mais de 12 milhões de cópias em todo o mundo.

Só no Brasil foram mais de 500,000 cópias vendidas.

 

Californication (1999)

É o sétimo álbum de estúdio da banda norte-americana de rock Red Hot Chili Peppers. Produzido por Rick Rubin e lançado em 8 de Junho de 1999 pela Warner Bros Records. Californication marcou o retorno do guitarrista John Frusciante à banda. Frusciante, que havia aparecido em Mother's Milk e Blood Sugar Sex Magik, substituiu Dave Navarro.

Californication representou uma notável mudança no estilo musical que era produzido com Navarro. Greg Tate, da Rolling Stone, notou que

"enquanto os projetos anteriores dos Chili Peppers foram altamente divertidos, Californication se atreve a ser espiritual e epifânico."

Os assuntos do álbum incorporaram diversas insinuações sexuais, comumente associadas com a banda; todavia, os temas abordados são mais variados em relação às produções anteriores. Luxúria, morte, suicídio, drogas, globalização e viagens são alguns dos temas presentes em Californication.

É o álbum mais bem-sucedido comercialmente do Red Hot Chili Peppers, tendo vendido mais de 16 milhões de cópias ao redor do mundo, com mais de cinco milhões de cópias vendidas somente nos Estados Unidos. Em 2002, o álbum havia vendido mais de quatro milhões de cópias na Europa.

De Californication saíram alguns dos principais sucessos da banda, como "Otherside", "Californication" e a vencedora do Grammy "Scar Tissue". O álbum atingiu a terceira posição da Billboard 200 nos Estados Unidos. No Brasil foram mais de 500,000 cópias comercializadas.

 

In Concert (1996)

É um álbum de estúdio do grupo musical Os Três Tenores. Vendeu mais de meio milhão de cópias no Brasil recebendo uma certificação de Disco de Platina Duplo, segundo a ABPD. Foi lançado em 1996.

Nenhum comentário:

id='comment-post-message'>

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...