Quais as diferenças entre os principais formatos de imagem

As imagens digitais possuem vários tipos de formatos. Os dois mais comuns são GIF e JPG. O GIF é geralmente usado para animações que postamos na internet e o JPG é o formato mais popular, aquele gerado pela câmera digital.

Mas também existem os formatos PNG, RAW e muito outros. Então, como saber, dentre todos esses formatos, qual o melhor e para qual serve cada um? Selecionamos os formatos de imagem mais populares para explicar um pouco sobre cada um deles.

 

BMP

BMP é o formato de imagens em Bitmap (ou raster), aquele gerado pelo Paint. Ele é utilizado pela Microsoft Windows e, por essa razão, aceito em quase todos os programas. O BMP é um formato que armazena pixel por pixel, mesmo que sejam de cores iguais.

Sendo assim, ao gravar uma imagem em Bitmap, não temos perda de qualidade, mas ao mesmo tempo, o tamanho do arquivo fica muito grande. Para transferência de imagens surgiu a necessidade de compressão do arquivo. As extensões de compressão de imagem mais comuns são GIF, JPG e PNG.

 

Formatos de compressão

GIF

A sigla quer dizer Graphics Interchange Format (Formato de intercâmbio de gráficos). GIF nasceu em 1987 e suporta até 256 cores, por isso, salva a imagem em um formato pequeno, prático para a internet.

Este formato suporta pequenas animações, ou seja, a partir da sobreposição de imagens é possível deixá-las em movimento. Além disso, o GIF também suporta transparência de fundo, e por isso costuma ser usado para logos de empresas em páginas da internet. GIF é um formato de arquivo aceito pela maioria dos programas de edição de imagem.

 

JPG (ou JPEG)

Esta extensão, de 1992, é a sigla de Joint Photographic Experts Group, grupo de especialistas em fotografia. JPG é o formato mais indicado para fotografias, por isso é utilizado em câmeras digitais. A qualidade do JPG é maior que a do GIF, pois aceita 24 bits de cor por foto (16 milhões de cores), enquanto o formato GIF só aceita 8 bits.

Com esta extensão é possível escolher o tamanho do arquivo da imagem e, quanto menor ele for, maior a perda de qualidade da foto. Também é um dos formatos mais utilizados para transferência na internet. A maioria dos programas de edição de imagem aceita formato JPG.

 

PNG

Portable Network Graphics (Gráficos de rede portáteis) foi criado no meio da década de 90 para substituir o formato GIF. Além de comprimir bem o tamanho do arquivo da imagem sem perder qualidade, o PNG aceita até 16 milhões de cores, em oposição as poucas 256 cores do GIF.

Ele também aceita transparência, mas utilizando um canal alfa, o que significa que é possível definir o nível de opacidade de cada pixel, aumentando, assim, sua qualidade. O PNG também tem um formato para animações, chamado APNG.

 

RAW e outros

O formato RAW, que significa “cru” em inglês, é gerado pela câmera digital, anterior ao JPG, sem ajustes. Muito utilizado por fotógrafos.

Também temos os formatos gerados por editores de imagem: CPT é o formato padrão do Corel Photo-Paint Image, o Photoshop gera o formato PSD que, normalmente, só é aceito em programas da Adobe, o formato do Flash é SWF, utilizado principalmente em páginas na internet e XCF é o formato do popular editor de imagens GIMP.

 

Conclusão

Sempre que não conseguir visualizar uma imagem dê uma olhada na sua extensão, assim você saberá qual programa usar para abrí-la. Os formatos citados neste post são os mais comuns de serem encontrados por aí. Claro que existem muitos outros. O importante é saber diferenciar os principais.

 

Fonte: www.tecmundo.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...