Verruga plantar - O famoso "Olho de peixe"

Popularmente conhecida como "olho-de-peixe", a verruga plantar se apresenta como um espessamento e elevação da pele dos pés, com uma região amarelada e um ou mais pontos negros centrais. É causada pelo vírus do papiloma humano HPV, o mesmo vírus do câncer cervical. Parece loucura, mas é verdade - o papiloma vírus humano (ou HPV), é um tipo do vírus diferente dos tipos de câncer cervical, é o que causa o aparecimento destas dolorosas e feias verrugas plantares nas solas dos nossos pés.

Deve ser tratada com um dermatologista e também com podólogos, pois frequentemente provoca dores ou incômodo ao caminhar. Devido a sua natureza infecciosa, lesões da pele podem permitir a disseminação para outras pessoas ou para outros locais no corpo da mesma pessoa.

 

Evolução

As verrugas resultam da ação do Papiloma Virus Humano nas células epiteliais e, por sua alta frequência, assumem importância na prática médica diária.

Sua localização plantar (Verrugas Plantares) é aproximadamente 15 vezes menor do que em outras regiões (Verrugas comuns) mas, por situarem-se em área de descarga do peso corporal, as verrugas plantares tornam-se extremamente dolorosas e incapacitantes.

A inoculação do vírus, através do contato ou escarificação, pode produzir a disseminação da doença no mesmo indivíduo ou em indivíduos diferentes. O período de incubação varia de 1 a 21 meses (média de 4 meses). Não se conhece a verdadeira taxa de inoculação natural da doença mas, em laboratório a taxa de inoculação é bastante alta. As maiores taxas de infecção são observadas entre os adolescentes e adultos jovens, principalmente nos grupos que exercem atividades comunitárias.

O tipo que causa as verrugas plantares gosta de ficar em ambientes úmidos e quentes - do tipo que levanta sua suspeita de qualquer forma, como chuveiros públicos, piscinas de natação, vestiários, o tapete de chuveiro de seus colegas de quarto, ou sapatos comunais (se você está compartilhando sapatos com pessoas, você deveria inspecionar seus pés primeiro). Se você andar de pés descalços através destas áreas, você pode adquirir verrugas plantares.

O contato entre pessoas também pode espalhar verrugas plantares. Se você dorme com alguém, lembre-se de que as verrugas plantares nunca dormem! O vírus pode passar de um pé para o outro, ou dos lençóis para o seu pé.

Estudos populacionais demonstram que 50% das lesões evoluem espontaneamente em prazo de um ano e 75% desaparecem, mesmo sem tratamento, durante o segundo ano de evolução.

Suas chances de pegar verrugas plantares aumentam se os seus pés estiverem secos e rachados, ou se o seu sistema imunológico estiver enfraquecido. Quanto mais frequentemente você for exposto ao vírus, mais chances você terá de desenvolver verrugas plantares (não há uma resistência "crescente" ao vírus através de exposição frequente). É importante destacar que nem todos são tão vulneráveis às verrugas plantares (ou verrugas em geral) quando os outros. Alguns de nós simplesmente têm sorte! A comunidade médica está perplexa quanto ao por que disto, mas a predisposição a verrugas plantares aparentemente tem seu papel na sua aquisição delas.

 

Como posso saber se tenho verrugas plantares?

Você deve consultar um médico para confirmar um diagnóstico de verrugas plantares, visto que em alguns casos o crescimento desconfortável no seu pé é algo inteiramente diferente (possivelmente uma glândula sudorípara obstruída ou mesmo um tumor).

Verrugas plantares frequentemente aparecem próximo aos dedos ou ao redor do calcanhar (essencialmente, os locais que mais provavelmente tiveram contato com o vírus em primeiro lugar). Você pode sentir a protuberância de uma verruga plantar enquanto caminha, mas quando você olhar para ela, a verruga parece surpreendentemente lisa. Devido à sua localização no corpo, as verrugas plantares crescem para dentro ao invés de para fora. Como resultado, a verruga não se parecerá com uma verruga no rosto de alguém. Uma verruga plantar parece um calo porque é coberta com tecido caloso devido à frequente pressão do caminhar. Frequentemente a verruga plantar irá parecer sombriamente descolorida, algumas vezes com a aparência de um pequeno caroço preto (que é um coágulo de sangue, não uma materialização física qualquer do próprio vírus).

 

Tratamento

O tratamento normalmente consiste do uso de palmilhas dotadas de zona de descarga para as áreas dolorosas (orifícios preenchidos com espumas macias) combinado com medidas físicas e químicas para a escarificação do centro da lesão.

A pele normal ao redor da verruga é protegida com vaselina líquida ou pastosa e, após a curetagem do centro da lesão, pequena quantidade de ácido é aplicada sobre a lesão. Depois de 3 a 4 minutos, o local é lavado com soro fisiológico e um curativo simples é aplicado sobre a lesão.

Esta operação é repetida uma ou duas vezes por semana e nos intervalos o paciente faz a aplicação domiciliar de soluções coloidais de salicilatos. Após três meses, a maioria dos pacientes (70%) já não apresenta infeção local. O critério utilizado para a alta é o aparecimento de textura normal da pele e a redução da hiperqueratose circundante da lesão, ao exame com lupa.

Durante todo o tratamento, sugere-se o uso de roupas de banho, meias e calçados exclusivos. O paciente deve se afastar de suas atividades em locais que favoreçam a inoculação viral de outras pessoas tais como piscinas, clubes, banheiros públicos. Por poder estar contaminado com partículas virais infectantes, tanto os calçados como as palmilhas utilizados durante o tratamento devem ser desprezados ou, no mínimo, imersos em solução de formol a 0,4% por 72 horas consecutivas.

Os tratamentos que causam grande dor, escaras ou que requerem cirurgia, fulguração ou irradiação das lesões são contra indicados, pois os riscos de complicações são maiores do que os observados na evolução natural da própria doença.

 

Livrando-se de verrugas plantares

Vários métodos existem para a remoção destas repugnantes verrugas plantares.

Acido Salicílico - Utilizando ácido salicílico, um tratamento para verruga plantar que você pode comprar em sua farmácia local, você pode geralmente remover uma verruga plantar em mais ou menos quatro semanas. O processo exige a aplicação diária de ácido na verruga, assim como a limpeza da pele morta da verruga. O ácido pode ser aplicado tanto em solução quanto em adesivo, e em alguns casos você deve aplicá-lo duas vezes por dia. Você pode utilizar uma lixa de unha ou pedra-pomes para remover a pele morta da verruga plantar a cada dia. É agradável que uma substância medicinal tão antiga ainda seja reconhecida como um excelente tratamento; o ácido salicílico era conhecido pelo mundo antigo por existir na casca do salgueiro. Só tente evitar que ele entre em contato com a pele normal, onde irá causar irritação.

Crioterapia - Isto soa como o que eles fizeram com Ted Williams, e realmente envolve congelamento. Neste caso, os médicos utilizam nitrogênio líquido para "congelar" sua verruga. Eles aplicam o nitrogênio líquido diretamente na verruga plantar utilizando um aplicador com ponteira de spray ou algodão. Se você nunca experimentou crioterapia antes, você pode ficar impressionado com a imagem de ficção científica de vapores subindo do tanque de nitrogênio. Para crianças, este método pode ser doloroso e assustador demais, e de qualquer maneira, ele não garante nem mais nem menos sucesso que tratamentos com fita isolante ou ácido. Se tiver sucesso, no entanto, você irá se livrar daquela verruga plantar mais rápido.

Fita isolante - O tratamento com fita isolante de verrugas plantares tem mais em comum com o tratamento com ácido do que com a crioterapia. Aplique a fita na sua verruga e deixe ela lá por seis dias, após os quais você pode lavar a área afetada e, uma vez seca, esfregar para limpar a pele morta da verruga com aquela lixa de unha ou pedra-pomes novamente. O método da fita isolante geralmente leva algo como seis semanas, mas pode levar até oito para que você remova a verruga plantar.

Quando você optar por fita adesiva, utilize o tipo de uso geral. Há chances de que você já tenha um rolo de fita em algum lugar da casa. Não é necessário utilizar um tipo especial de fita.

Se você está se perguntando como avaliar o seu progresso, a verruga deve tornar-se esbranquiçada e com uma crosta depois de algumas semanas no máximo. As verrugas começam a parecer menos bem estabelecidas e pequenos pedaços começam a descamar.

Você também pode procurar a remoção cirúrgica com laser de suas verrugas plantares, apesar de este procedimento ser mais caro e, em muitos casos, mais doloroso. Outra opção cirúrgica, a eletrodissecação, é bastante eficaz mas deixa uma cicatriz perceptível no seu pé. Opções não cirúrgicas incluem o uso de medicamentos prescritos antiverrugas (oficialmente para uso contra verrugas genitais, mas eficientes também no tratamento de verrugas plantares) ou imunoterapia,  na qual os médicos injetam antígenos diretamente na verruga na tentativa de ativar a resposta natural do seu sistema imunológico contra a própria verruga.

 

Como eu posso reduzir minhas chances de ter verrugas plantares?

Use chinelos de banho em áreas públicas para reduzir seu contato potencial com HPV. Seque seus pés cuidadosamente após o banho e a natação. E se você tem uma verruga plantar, considere o tratamento uma questão de urgência. Quanto mais cedo você tratar a verruga plantar, melhor! Tratamentos tardios significam uma grande oportunidade para que a verruga plantar espalhe seu vírus para outras áreas locais do seu pé. É bem mais fácil livrar-se de uma verruga plantar que de um "mosaico" inteiro (um dos casos mais desagradáveis da vida imitando a arte). Para reduzir a probabilidade da verruga se multiplicar, não toque ou coce a verruga plantar. Mantenha suas mãos afastadas!

Se você tem uma verruga plantar, dê o primeiro passo em direção ao tratamento hoje! Não hesite em marcar uma consulta com seu médico para garantir que seu problema são verrugas plantares. No meio tempo, não irá doer aplicar fita isolante ou ácido salicílico. Não deixe que estas verrugas caminhem por cima de você, mesmo quando você está caminhando por cima delas.

Fonte: pt.wikipedia.org / www.comofazertudo.com.br

Nenhum comentário:

id='comment-post-message'>

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...