Como fazer a depilação durar mais e como evitar o pêlo encravado?

Eliminar os pelos definitivamente ainda é um sonho. Para livrar-se deles por mais tempo basta respeitar o intervalo de três semanas entre as depilações.

O ciclo de crescimento capilar ocorre durante cerca de 21 dias. Se você arrancar os fios ainda muito curtos eles podem se quebrar em vez de sair pela raiz. Isso faz com que cada um cresça em um período diferente, dificultando a remoção.

Arrancando os fios ainda muito curtos você também provoca a foliculite, que é o encravamento dos pelos e o aparecimento de bolinhas. Essas bolinhas, com o tempo, tornam a pele áspera ao toque.

O encravamento de pêlos é um dos maiores dramas estéticos femininos. O ideal é fazer a depilação a laser, apesar do seu alto custo. A solução então é seguir outros caminhos para continuar com a pele lisinha e sem bolinhas ou pontos pretos. Veja a seguir algumas dicas:

 

1. Por que o pêlo costuma encravar?

Isso acontece quando ele não tem força para romper a camada mais superficial da pele (a córnea). Essa fraqueza muitas vezes é causada pela depilação com cera, que arranca o pêlo pela raiz (tornando-o mais fraco). Também pode acontecer de o fio nascer "meio tortinho" e não conseguir encontrar o poro de saída através da pele.

 

2. É melhor usar lâmina?

Nem sempre. Algumas mulheres que estão acostumadas a depilar o corpo com cera se beneficiam da lâmina. Como ela fortalece o pêlo, pode ficar mais fácil para ele romper a pele. Outras mulheres sofrem de algum tipo de irritação e, além do pêlo encravado, ficam com pequenas espinhas no local (uma inflamação chamada foliculite). O jeito é fazer o teste para checar o método ideal para você.

 

3. Esfoliação ajuda?

Sim, mas não resolve. Os esfoliantes corporais com grânulos ajudam na remoção das células mortas, afinando a pele. Assim, facilitam a passagem do pêlo. Mas eles têm de ser usados de forma constante, pois toda vez que os pêlos crescem podem acabar encravando de novo. Existem bons produtos que levam algum agente bactericida na fórmula, como o triclosan. Além de esfoliar, eles combatem possíveis inflamações, que podem piorar o quadro.

 

4. Qual é o método mais eficiente?

Segundo os especialistas, a depilação a laser é uma das melhores soluções para evitar os pêlos encravados. Como o calor do laser destrói a matriz do pêlo, ou seja, o local onde ele nasce, ele não volta a crescer tão rapidamente. E, quanto menos pêlos, menor a probabilidade de encravamento.

 

5. Como funciona a depilação a laser?

Geralmente são necessárias de quatro a seis sessões para atingir todos os pêlos de uma região, pois eles têm três fases diferentes de crescimento (com um intervalo de um mês entre elas). Depois é preciso fazer sessões de manutenção uma vez por ano. O preço varia de acordo com a parte do corpo. Cada sessão de virilha, por exemplo, custa em média R$ 500.

 

6. Mas depilação a laser é muito cara, o que eu faço?

Se ainda não dá para investir nesse tratamento, a saída é usar um creme que ajude a desencravar os pêlos e usá-lo com freqüência. Bons princípios ativos para isso são: uréia, ácido salicílico, peróxido de benzoíla e ácido retinóico. Converse com um dermatologista e peça uma receita.

Fonte: mdemulher.abril.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...