Como esconder ou mostrar adequadamente seu sutiã



Tão importante quanto o look do dia é o que está por baixo dele. Sim, estamos nos referindo à lingerie! Na verdade, mais especificamente ao sutiã – item que está supervalorizado nas produções. E com a tendência da transparência nas camisas, blusas e vestidos, escolher um modelo apropriado é fundamental.
Tamanho, cor e tecido são elementos que contam muito, mas a peça deve ser confortável.

Evite a vulgaridade!

Evidenciar os seios sempre teve um apelo sexy, mas se quiser chamar a atenção para essa região, tenha cuidado, pois ser envolvente é diferente de ser vulgar.
Para acertar, o segredo é não exagerar. Brinque de esconde-esconde. Se quiser destacar um pouco da alça, evite mostrar o decote e vice-versa. Outra dica é usar uma opção com renda e deixar aparecer apenas um detalhe sutilmente na frente ou nas costas.





Novidades, tendências e tecnologias

A boa notícia é que tanto as peças simples quanto as elaboradas evoluíram. Para o dia a dia, as melhores opções são as de tecidos confortáveis, que deixam a pele respirar. Já os acabamentos sem costuras não marcam e dão a sensação de estar praticamente sem nada.
Além dessas alternativas, existem tecidos tecnológicos, rendas com desenhos diferenciados e bojos cada vez mais arrojados. Com funções variadas, eles podem ser finos, ter ampla cobertura e enchimentos que aumentam o volume em até três vezes, os push-ups.

Sutiã com bojo e com renda bem diferente nas costas.




Arrase também com peças básicas

É claro que, mesmo quando usado no dia a dia, o sutiã deve estar em perfeito estado, sem furinhos ou bolinhas.


Cuidado com a renda. Além de estar em alta há várias estações, ela é sofisticada e, às vezes, com muitos detalhes. Então, o ideal é optar por algo simples, que valorize o seu corpo e destaque a trama do tecido. Usar um modelo da mesma cor que a roupa ou um tom a menos vai colaborar para isso.




Cores e estampas


Os tons sempre acompanham a moda: As nuances de laranja e amarelo estão em alta, migrando até as terrosas mais escuras. Já o preto e o branco são coringas, mas a tendência é mesclar os dois.
Quanto à estampa, ela está liberada; porém, o tamanho dos desenhos, inclusive nas roupas, pode aumentar a silhueta.




Alças de silicone nem pensar!


Apesar de concebidas para não serem vistas, elas aparecem. Prefira outras opções, como “um tomara que caia, um multialças ou, ainda, peças mais sofisticadas com alças de renda - para serem notadas mesmo.
O modelo autoadesivo deixa as costas completamente nuas, pois tem as laterais presas à pele. Básico ou com detalhes, liso ou estampado, aparente ou não, colorido ou preto e branco, o fato é que o sutiã definitivamente faz parte do look, e o seu uso deve ser ponderado. Pense nisso nas próximas produções!





O sutiã perfeito para você


A escolha do modelo e do tamanho correto pode evitar desconfortos e problemas posturais.
Cada mulher tem um biótipo diferente. Por isso, na hora da compra, é importante analisar tanto a largura das costas como o volume e o formato dos seios. Além disso, o decote da roupa também deve ser avaliado: alguns modelos são indicados para as de recortes profundos e mais ousados, enquanto outros são perfeitos para quem quer deixar as costas à mostra, por exemplo. É preciso, ainda, observar a cor da peça. Com roupas claras, use sutiãs cor da pele. Já com as pretas, o ideal é optar por uma lingerie da mesma tonalidade.




O tamanho correto

Para acertar na compra, prove a peça, olhe-se no espelho e observe: o ideal é que a base fique reta e ajustada ao corpo, tanto na frente - abaixo dos seios - quanto nas costas. No entanto, se estiver apertada, ela marca a pele, prejudica a circulação e ainda ressalta as gordurinhas indesejadas, deixando qualquer visual bem menos elegante.

  
Por isso, faça o teste: coloque o dedo indicador entre a faixa do sutiã no tórax e a sua pele. Se seu dedo ficar muito apertado, ou se ficar folgado, o tamanho está errado! O ideal é que você sinta uma leve pressão, porém sem apertar demais. Em relação às alças, conforto é o principal: elas não devem apertar, mas, sim, sustentar o peso dos seios com segurança.






Destaque a sua beleza

Se você tem:
- Seios pequenos e costas largas: Escolha um modelo de taça A (esta letra se refere ao tamanho do bojo), pois as costas ficarão confortáveis e os seios bem encaixados. Os que têm enchimentos também são bem-vindos.  

- Seios separados: Opte pelos estruturados, com laterais e alças largas, e bojos finos e pequenos, que ajudam a unir e moldar o peito.

- Seios grandes: Você precisa de segurança e firmeza, para evitar problemas de postura ou na coluna. Por isso, a peça deve ter alças grossas, laterais e costas largas, que oferecem sustentação. Reforços sob os bojos, como os tecidos duplos, também ajudam.

- Seios flácidos: Dê preferência aos que têm aro, que ajudam a manter os seios no lugar. O bojo e os enchimentos também ajudam a moldá-los.

Hoje, as lingeries estão mais charmosas e sensuais do que nunca! “Temos uma infinidade de materiais e acabamentos interessantes, como tecidos antibacterianos e microfibras leves, desenvolvidos com tecnologia de ponta. Outra novidade são as rendas, que surgem tanto em detalhes como na cobertura de toda a peça, garantindo um estilo romântico e sedutor. Agora, elas estão mais delicadas e podem ser usadas no dia a dia sem incomodar nem irritar a pele.


Cuidando de sua Lingerie

Para conservar as peças íntimas por mais tempo, confira as dicas da engenheira de produto de uma grande fábrica de lingeries, Cristina Moreira:

• Para que as lingeries permaneçam com suas características originais, siga o modo correto de lavagem descrito nas etiquetas.
• Prefira a lavagem à mão, principalmente se houver rendas e bojos.
• Não use alvejantes, pois eles alteram as cores do tecido.
• Água quente danifica as fibras do tecido, diminuindo sua vida útil. Por isso, prefira água fria.
• Depois de lavada, não torça as peças, apenas pressione levemente para tirar o excesso de água.
• Dispense a secadora. A secagem deve ser natural e à sombra.
• Abandone o ferro de passar.
• Quando for passar creme hidratante, desodorante e/ou perfume, espere os produtos secarem no corpo e só depois vista suas peças íntimas. Isso evita manchas.

Embora seja comum as mulheres aproveitarem o banho para lavar a calcinha e pendurar na torneira do chuveiro, essa prática não é interessante para a durabilidade do vestuário.
Outra dica importante: na hora de guardar, dobre cuidadosamente as calcinhas e sutiãs. Peças com bojo devem ser acomodadas uma sobre as outras, para não deformarem.

Fonte: www.portalvital.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...