Dicas para escolher a bijuteria de acordo com suas medidas, rosto e estilo


As bijuterias são acessórios que nunca saem de moda, em tanto a escolha da bijuteria deve ser baseada em conjunto com a escolha da roupa. Quando se acerta na composição bijuteria e roupa, o resultado é um look perfeito!
E não é toda mulher que fica bem com qualquer tipo de bijuteria, o formato do rosto por exemplo, influencia muito nos acessórios. Neste post daremos algumas dicas básicas para as mulheres que gostam de incrementar o visual com as famosas bijus.

Seis dicas básicas:

Dica nº1 - Se você for usar um colar imponente, esqueça os brincos. No máximo, use um brinquinho pequeno.
Dica nº2 - Os brincos e os colares devem combinar, independentemente de serem conjuntos ou não.
Dica nº3 - Os volumes dos colares devem ser compensados com materiais leves e cores discretas.
Dica nº4 As bijuterias pequenas e médias são ideais para os trajes esportivos. Os longos podem acompanhar o decote ou se destacar no tecido da roupa.
Dica nº5 - As bijuterias espessas podem ser usadas sobre a roupa desde que o tecido combine com o metal.
Dica nº 6 Os colares longos são ideais para quem tem uns quilinhos a mais ou centímetros a menos. O comprimento não deve ultrapassar a altura da cintura.


De acordo com suas medidas



Muito busto: colares próximos do pescoço, de pérolas e correntes longas.
Deixam a desejar: cordões que terminam imediatamente embaixo ou acima do busto.
Pouco busto: colares vistosos desviam a atenção do pescoço. Os feitos de contas aumentam o volume do busto e engordam. Colares de duas ou três voltas, com contas menores, causam o mesmo efeito, sem "pesar" na silhueta.
Deixam a desejar: modelos que ultrapassem a linha das clavículas.
Ombros largos: colares que criem uma linha central alongada.
Deixam a desejar: modelos curtos.
Ombros estreitos: colares delicados na linha dos ombros.
Deixam a desejar: colares grandes e vistosos.
Pescoço fino: colares curtos e redondos com correntes curtas. A gargantilha também fica muito bem em quem tem pescoço fino e longo. Deve ser usada com decotes em "V" profundo ou arredondados. As gargantilhas feitas de contas aumentam a largura e diminuem o comprimento do pescoço.
Deixam a desejar: pingentes compridos e correntes em "V".
Pescoço curto: colares abaixo da linha inferior das clavículas, com pingentes alongados e verticais com correntes compridas. Os cordões médios compõem ótimo visual com decotes grandes, malhas e camisetas.
Deixam a desejar: pingentes horizontais ou pequenos e correntes curtas.
Pescoço grosso: pingentes simétricos, de composição vertical, e correntes médias.
Deixam a desejar: pingentes delicados e correntes curtas.
Pescoço de quem tem colo ossudo: pingentes leves e correntes compridas.
Deixam a desejar: pingentes pontudos e correntes curtas.

Bijuterias e suas variáveis combinações

Jeans: É um estilo mais casual, combinam com todos os tipos de bijuterias, especialmente as mais modernas (com exceção os colares de pérola).
Blazer e calça social: Combina com colares delicados em pérola, ou bijuterias mais sociais, mais finas.
Roupa de festas: Use bijuterias delicadas, a roupa certamente já chamará atenção por si só, portanto seja discreta nas bijuterias.
T Shirt  preta: Pode-se usar bijuterias ultra coloridas, ou em tons de preto, desde que tenha detalhes em metal para deixar o visual mais vivo.
Roupas estampadas: Escolha uma bijuteria sóbria e combinando com um tom da peça.
Decotes: Cautela na profundidade do decote. Decotes exagerados não combinam com bijuterias chamativas.
Cabelos Curtos: Use brincos pequenos, mas determinados “brincões”, ficam ultra modernos se acompanhados de atitude e com roupas mais fashion.
Cabelos Compridos: Use brincos grandes, evite os brincos pequenos que desaparecerão em sua orelha.
Tons Degradê: Combine a roupa com os tons da bijuteria, colar mais escuro ou vice versa.


De acordo com seu rosto


Caem bem: As bijuterias pequenas, circulares e largas.
Deixe de lado: as angulares e pontudas.


Rosto redondo

 
Caem bem: as bijuterias grandes, longas, em formato de pingente, angulares, soltas, assimétricas e quadradas.
Deixe de lado: as pequenas e argolas muito grandes.


Rosto quadrado


Caem bem: as bijuterias largas, longas e geométricas.
Deixe de lado: as redondas, pequenas e triangulares.


Rosto oval

Caem bem: as bijuterias redondas, ovais e largas.
Deixe de lado: os estreitos com elementos pendurados.


Rosto miúdo
Caem bem:
as bijuterias volumosas, que ampliam o rosto, e argolas grossas.
Deixe de lado: as bijuterias pequenas e compridas.


Rosto graúdo
Caem bem: as bijuterias e pingentes, argolas de formato oval.
Deixe de lado: as de formatos pequenos e geométricos.


Rosto envelhecido com rugas



Caem bem: as bijuterias pequenas. De preferência as douradas, com pedras brilhantes.
Pessoas assim, nunca devem ficar sem brinco.

Brinco solitário folheado a ouro com chatão redondo e strass



Rosto longo
Caem bem: as bijuterias em formatos chuveiro, que tenham volume.
Deixe de lado: os modelos e pingentes longos.


Para quem usa óculos


Caem bem:
as bijuterias pequenas, em metal ou ouro. Lembre-se que a bijuteria tem que combinar com a roupa, e não com os óculos.
Deixe de lado: as bijuterias grandes e os modelos feitos com material parecido com o da armação dos óculos.


De acordo com seu cabelo


Cabelos Curtos.: Use brincos pequenos, mas determinados “brincões”, ficam ultra modernos se acompanhados de atitude e com roupas mais fashion.
Cabelos Compridos.: Use brincos grandes, evite os brincos pequenos que desaparecerão em sua orelha.
Tons Degradê.: Combine a roupa com os tons da bijuteria, colar mais escuro ou vice versa.



Para cada tipo de mulher

Mulher Clássica: Mulheres clássicas costumam usar roupas discretas, tecidos finos, porém sempre com muita elegância.
As bijuterias ideais são as peças discretas, confortáveis e com acabamento impecável.
Mulher Moderna: Mulheres modernas estão sempre reinventando seu visual. São descoladas seguem tendências e estão sempre atentas as novidades. As bijuterias ideais são sempre as peças inéditas, que provoquem surpresas.
Mulher Esportista: Mulheres esportistas estão sempre atentas com o corpo e a saúde, suas roupas são sempre informais e confortáveis. As bijuterias ideais são sempre as peças discretas e multifuncionais.
Mulher Marcante: Mulheres marcantes nunca passam despercebidas. São ousadas, charmosas e muito carismáticas. Adoram acessórios, de preferência peças exclusivas. Como a presença deste tipo de mulher é sempre inesquecível, elas fazem questão que os seus adornos também sejam! As bijuterias ideais são as peças marcantes, vivas e enormes, peças únicas que deixem sua marca registrada.

Ofertas de Bijuterias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...