Como Surgiu o Ovo de Páscoa?


Quando pensamos na Páscoa logo nos vem a cabeça todos aqueles ovos de chocolate que ficamos doidos para ganhar. Mas qual a relação da Páscoa, ou seja, a ressureição de Jesus Cristo com ovos, e ainda mais de chocolate? No início as pessoas eram presenteadas com ovos de verdade.

Eram usados ovos de galinha para celebrar a data. Esse hábito vinha da tradição pagã. Na Ucrânia, centenas de anos antes da era cristã, já se trocavam ovos pintados com motivos de natureza em celebração à chegada da primavera. Os chineses e os povos do Mediterrâneo também tinham como hábito dar ovos uns aos outros para comemorar a estação do ano.

Para deixá-los coloridos, cozinhavam-nos com beterrabas. Mas os ovos não eram para ser comidos. Eram apenas um presente que simbolizava o início da vida. A tradição de homenagear essa estação do ano continuou durante a Idade Média entre os povos pagãos da Europa.

O hábito de trocar ovos de chocolate surgiu na França. No século XVIII, confeiteiros tiveram a idéia de fazer os ovos com a iguaria, descobrindo um modo atraente de apresentar o chocolate. Esses por sua vez são um dos maiores símbolos da Páscoa. No mundo todo as pessoas possuem a tradição de presentear os amigos, familiares, e principalmente as crianças, com ovos de chocolate.

Embora a Páscoa simbolize a ressurreição de Jesus, o ovo de Páscoa não tem nada a ver com isso, uma vez que surgiu na Antiguidade, bem antes de Cristo. Os egípcios e os persas já davam ovos coloridos com as cores da primavera para seus amigos.

A prática de associar o ovo com a Páscoa se iniciou através dos cristãos primitivos da Mesopotâmia. Na Grã-Bretanha, as pessoas escreviam mensagens destinadas aos seus amigos nos ovos. Na Alemanha, além dos ovos, eram dados outros presentes. Na Armênia, eram desenhados retratos de Cristo e outras imagens religiosas nos ovos.

A adoção dos ovos como símbolo da Páscoa está ligada ao fato de que o ovo simboliza o nascimento, a vida que retorna.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...