Tipos de Linguiça

A linguiça é um enchido (embutido) em forma de salsicha, feito de carne de porco, de aves, de carneiro, de carne de bovinos e mesmo peixes ou frutos do mar, temperada com cebola, alho e páprica e outras especiarias.

Pode ser consumida fresca após preparada ou sofrer processo de cura e conservação por meio de defumação. Na sua variedade portuguesa, tem sabor similar ao chouriço; entretanto, seu tempero normalmente é muito mais leve que o tempero do chouriço.

A linguiça também é popular no Brasil; além disso, na Nova Inglaterra e no Havaí é designada Portuguese Sausage, traduzida literalmente por "enchido (ou embutido) português", e faz parte de menus por todo o mundo.

A palavra 'linguiça' é relacionada com a palavra italiana luganega, que tem seu nome originado nos lucanianos, uma tribo itálica que já comandou parte da atual região de Basilicata; possivelmente os romanos aprenderam a arte de fazer salame desta tribo.

No Brasil, existem quatro tipos de linguiça. Saiba mais sobre elas a seguir:

 

Linguiça Calabresa

Linguiça calabresa é um tipo de linguiça condimentada com pimenta calabresa. Criada no Brasil possivelmente sob influência da imigração italiana, essa linguiça é muito apreciada como cobertura para pizzas. Também é utilizada em pães e recheios.

É um produto obtido exclusivamente de carne suína, curado, adicionado de ingredientes, devendo ter o sabor picante característico da pimenta calabresa submetidas ou não ao processo de estufagem ou similar para desidratação e ou cozimento, sendo o processo de defumação opcional.

 

Linguiça Portuguesa

Produto obtido exclusivamente de carne suína, curado, adicionado de ingredientes, submetido a ação do calor com defumação. Com a linguiça portuguesa é possível preparar várias receitas, por exemplo, espaguete, escondidinho, assados, arroz, etc.

 

Linguiça Toscana

O termo linguiça toscana, é utilizado há muitos anos na Itália, na região chamada Toscana. É produzida com carne de suíno, toucinho, temperada basicamente com alho, pimenta e outras combinações de especiarias.

No Brasil, provavelmente não mais que 150 anos, fez-se uma adaptação regional, envolvendo a culinária local, com a trazida por imigrantes italianos. O nome " toscana ", pode ter sido colocado por imigrantes italianos no final do século XIX, devido a sua região de origem, adaptando o produto de sua terra natal, para as condições encontradas aqui no Brasil.

Atualmente, a linguiça toscana é considerada um produto cárneo industrializado, obtido de carnes de animais de açougue, adicionados ou não de tecidos adiposos, ingredientes, embutido em envoltório natural ou artificial, e submetido ao processo tecnológico adequado.

Antes de ir para o comércio, a toscana é levemente curada, em estufa, à temperatura de 40 a 45 graus, até perder parte da umidade. É ótima para churrascos, cozidos - especialmente com feijões, grão-de-bico e lentilha -, sopas, molhos, coberturas de pizzas e recheios de pães.

 

Paio

O paio é um enchido tradicional de Portugal. O seu ingrediente principal é o lombo de porco, o que o torna um dos enchidos mais populares. Como condimentos, inclui a massa de pimentão, o alho e o sal. É defumado e o seu calibre é normalmente elevado, ainda que possa haver paios de diversos diâmetros.

Possui uma consistência firme e dura, assim como uma cor brilhante. Pode ser consumido em rodelas, com pão. No Brasil, é usado na feijoada. Também é usado em cozidos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...