Tremor nas pálpebras é sinal de que é preciso desacelerar

Quem nunca sentiu tremor nas pálpebras? Algo tão irritante quanto impossível de ser controlado. Pior: pode durar dias, com direito a curtos intervalos. Mas por que este fenómeno é tão comum e, ao mesmo tempo, difícil de ser evitado?

É sempre preocupante e o correto é procurar um especialista. Esse tremor palpebral em episódios é uma luz vermelha a avisar que algo não vai bem não só no seu corpo, mas na sua vida.

Ela conta que o tremor é um sinal de que a pessoa pode estar no auge do stresse. Pode ser fadiga, ansiedade, resultado de noites mal dormidas ou problemas pessoais, por exemplo.

Como as causas são diversas, para evitar o tremor involuntário das pálpebras deve-se identificar a mais importante e agir nela:

Fadiga: Pode ser causada pelo uso contínuo de computadores ou monitores (síndrome da visão do computador). Nestes casos há a necessidade de se intercalar períodos de trabalho com períodos de descanso dos olhos, ou seja, a mudança de foco durante 15 minutos, antes de prosseguir no uso;

Stresse: Deve-se tentar evitar ou resolver as condições ou as situações do ambiente de trabalho ou familiar que estejam ligadas ao aumento da ansiedade; pode-se tentar a utilização de medicação relaxante muscular leve, sob indicação médica;

Secura nos olhos: Também pode estar relacionada com o uso contínuo de computadores. Usar colírios lubrificantes preventivamente é indicado, assim como aumentar a umidificação do ambiente de trabalho;

Cafeína: Se a causa for associada ao consumo excessivo de cafeína, de bebidas energéticas ou de tabaco, deve-se reduzir ou suspender o seu consumo;

Não identificadas: Sugere-se a consulta oftalmológica completa com objetivo de se avaliar a função muscular das pálpebras, a superfície ocular, erros refracionais ou fundo de olho.

Uma receita caseira dá conta de que compressas de chá de camomila ajudariam a parar o tremor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...