Clicker: Importante acessório para adestrar seu cão

O clicker é um pequeno aparelhinho que, ao ser pressionado, emite um som. É um ótimo instrumento para adestrar qualquer pet, de qualquer idade. O clicker, muitas vezes, é mais eficiente que elogios e petiscos, justamente por marcar o momento exato em que o bom comportamento foi exercido.

O treinamento com o clicker é totalmente baseado no adestramento positivo, ou seja, recompensar bons comportamentos. Mas não adianta simplesmente começar a clicar; inicialmente, é necessário fazer a associação do som com algo muito bom, com um petisco.

O treinamento com clicker foi criado por duas estudantes de psicologia e seu tutor. Durante uma pesquisa, na qual deveriam fazer com que pombos selvagens executassem algumas tarefas, eles perceberam que o método tradicional de adestramento, só com elogios e recompensas, não foi capaz de mostrar ao animal seu sucesso com agilidade e precisão suficientes.

Essa rapidez de resposta ao comportamento desejado é necessária para criar as conexões cognitivas, de associação da recompensa com o comportamento desejado, essenciais para a aprendizagem. Para resolver esse problema, pensaram em um dispositivo que fosse bem ágil: surgiu o clicker!

O adestramento positivo tem como premissa recompensar comportamentos e as atitudes desejadas. Esse tipo de treinamento fortalece a relação entre pet e dono, e torna o aprendizado real. Ao invés de construir uma relação de dominância, na qual o animal é coagido a agir de determinada forma, o adestramento positivo ensina o bichinho e o aproxima do dono. 

Esse tipo de treinamento deve ser agradável e divertido. Quanto mais o animal enxergar aquilo como um desafio ou uma brincadeira: melhor! O adestramento positivo usa as conexões cognitivas, isto é, a capacidade de associação do animal, para incutir permanentemente um bom comportamento. 

Para treinar seu pet com essa técnica, você deve premiar bons comportamentos. Nunca force o bichinho a fazer nada, você pode induzi-lo a se comportar como você quer. Por exemplo, se você quer ensinar seu cão a sentar, jamais force seu quadril para baixo ou dobre suas patas traseiras na esperança de ele assumir a posição que você quer. Induza-o a se sentar: coloque um petisco bem acima de seu focinho, na altura das narinas e vá levando sua mão para trás, ele instintivamente irá sentar para alcançar o petisco.

Para que o clicker seja efetivo, você deve associá-lo à recompensa. Chame a atenção do seu pet, clique o aparelho e dê um petisco. Faça isso muitas vezes, até que ele associe o barulhinho à recompensa. Opte por petiscos macios e fáceis de saborear, que não demorem muito tempo sendo mastigados. Pedacinhos de peito de peru, frango ou petiscos macios são boas opções.

Uma vez que o "clique" seja associado ao petisco, você não vai mais precisar da comida, só o barulhinho vai bastar.  

Alguns adestradores utilizam outros métodos que não são baseados no reforço positivo. Esses tipos de adestramento fazem uso da teoria da dominância, na qual o adestrador se impõe ao animal, como seu superior. Há, também, o adestramento behaviorista, que utiliza o reforço positivo para encorajar bons comportamentos e o reforço negativo para frear comportamentos condenáveis. O clicker deve ser usado apenas com a técnica de adestramento positivo.

Veja algumas dicas para iniciantes adestradores:

Assista ao Vídeo



Assista ao vídeo

www.postsweb.com.br/pub.asp?cp=2068846

 

Essa técnica pode ser utilizada em qualquer animal: gatos, cães, cavalos e até pássaros. Também não importa a idade do pet, o clicker certamente será eficiente para ensinar novos truques ou simplesmente para um adestramento de comportamento e obediência.

O ideal é começar com os comandos básicos, mesmo que seu pet já os conheça. Peça para o peludo sentar, deitar, ficar ou ir para a casinha e a cada comportamento certo: clique!

O timing correto é essencial para o treinamento com o clicker: lembre-se, o clique marca o comportamento correto. Se você está tentando treinar seu cão para sentar-se, clicar depois que ele já está sentado e começando a se levantar vai treiná-lo a ficar em pé! Tente clicar durante o comportamento desejado, não depois que ele for concluído. Ao ver seu cão se sentando, pouco antes de seu bumbum tocar o chão, dê o clique.

Para que ele aprenda boas práticas, sempre que notar um comportamento desejado, dê o clique. Se o cãozinho costuma pedir comida durante o jantar e naquele dia simplesmente ficou deitado e não deu bola para o menu, dê um clique. Pode até parecer que ele sequer ouviu, mas dentro dele, suas funções cognitivas estão associando o ato de ficar deitadinho durante a refeição com algo muito bom: ele está aprendendo.

 

Como utilizar o clicker para eliminar maus comportamentos?

Não brigue, não grite nem puna seu animal. Recompense o comportamento que você quer dele.

É possível utilizar o clicker e o adestramento positivo para eliminar a maioria maus comportamentos. Se o seu gato pula no colo de uma visita que não o quer lá, não brigue. Simplesmente tire-o de lá, coloque-o no chão e dê um clique. Se seu cão late demais, espere seu silêncio e clique. Pode demorar um pouco, mas o pet vai entender que é recompensado quando está no chão ou em silêncio.

Para treinar filhotes a fazer as necessidades no local correto, não grite quando estiverem prestes a se aliviar no local errado. Quando perceber que o bichinho vai fazer xixi, pegue-o e coloque-o no lugar adequado, e quando ele urinar dê o clique.

Esse treinamento evita traumas que poderiam causar males como a Coprofagia. O adestramento positivo é eficiente e eficaz, pois o bicho realmente aprende e isso causa uma mudança em seu comportamento. O uso do clicker torna esse aprendizado ainda mais rápido e efetivo.

 

Existe alguma desvantagem em usar o clicker?

Se optar exclusivamente por essa técnica, é necessário que você tenha esse aparelhinho em mãos o tempo todo.

O clicker é um aparelho fantástico, mas como tudo, pode ter algumas desvantagens. No começo, alguns cães podem se assustar com o barulho, o que tornará a associação daquele som com algo bom mais difícil. A saída, nesse caso, é escolher um clicker com um som um pouco mais baixo, mais delicado, que não agrida os ouvidos do bichinho. Outra desvantagem é o fato de que nem sempre você está com o clicker à mão para recompensar o animal. Nesse caso, vale se utilizar de outro tipo de recompensa, só para que a ocasião não passe em branco. Elogie-o, afague-o, e isso será o suficiente. Alguns adestradores usam o clicker em conjunto com a técnica behaviorista, clicando para recompensar o bom comportamento e dizendo um sonoro não para coibir atitudes indesejáveis.

Onde posso encontrar:

http://www.americanas.com.br/produto/7437396/clicker-auxilia-no-adestramento-de-caes-chalesco?franq=AFL-03-107571

Fonte: www.agendapet.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...