O que fazer para perder aquela barriguinha


Aquela barriguinha aterrorizante, indesejada, proeminente e que tanto nos incomodam pode ser um sobrepeso devido a nossa péssima alimentação e a falta de exercícios físicos, não é exclusividade das gordinhas, até mesmo as mais magras podem ter uma barriguinha inchada, além dos exercícios físicos que podem exterminá-las de vez, alguns truques podem livrá-la desse mal e fazer com que você sinta-se mais magra.
Geralmente quem tem barriguinha sofre com o intestino preso, para desinchar e fazer fluir o intestino, diminuindo a barriguinha, o segredo é você investir numa boa alimentação a base de fibras.

Líquidos ajudam no processo da digestão, e nada mais saudável do que a água, portanto tome água, no mínimo dois litros diários, mas importante é que você não tome líquidos entre as refeições, pois podem dilatar o estômago, evite ao máximo os refrigerantes.
Não pule refeições, agindo dessa forma você sentirá mais fome e provavelmente quando chegar à mesa comerá mais do que deve, o ideal é que nos alimentemos de três em três horas, no mínimo seis vezes ao dia em pequenas porções, assim estaremos contribuindo para que o intestino e estômago possam digerir a alimentação de forma mais rápida não causando aquela sensação de peso no estômago.
Os gases são na grande maioria responsável pelo inchaço na barriga, evitem alimentos que produzam gases como o feijão, produtos enlatados, pão, refrigerantes, repolho. Evite também leite, iogurtes e queijos, que também contribuem para o inchaço na barriga, pois produzem gases.
O sal em excesso é o principal vilão na retenção de líquidos que faz inchar, diminua ou o evite totalmente.
Alimentos diuréticos são os mais recomendados como a melancia e o abacaxi, pois além de saciarem a fome ainda desincham o volume da barriga.
Como já orientado, nunca pule refeições, algumas pessoas evitam jantar acreditando que dessa forma emagrecerão, deve ocorrer justamente o contrário, pois como ficaremos algumas horas sem se alimentar, o ideal é que você coma alimentos leves, algumas sopas são práticas e fáceis de fazer, evite somente os alimentos muito pesados.
Seguindo essas dicas com uma alimentação saudável é possível desinchar e fazer sumir a barriguinha sem grandes sacrifícios.
- Procure incluir em suas refeições saladas cruas, evite os molhos muito calóricos, uma porção de carboidratos, mais uma porção de proteínas é a combinação ideal para evitar o inchaço no estômago.
- Beba no mínimo dois litros de água por dia, porém nunca ingira líquidos junto com a comida, essa combinação dilata o estômago.
- Como sabemos milagres não existem, portanto para eliminar a barriguinha de uma vez os exercícios físicos são a melhor opção, você pode optar pela caminhada, caso trabalhe sentada, procure levantar-se a cada duas horas.
- Invista nas fibras que regulam o intestino, fundamental para desinchar a barriga, pães integrais, cereais, legumes, verduras, frutas, carnes magras, são uma boa opção, experimente colocar uma colher de linhaça triturada em 200 ml de água, deixe descansar por um período de oito horas e tome em jejum, todos os dias, você pode preparar a noite e tomar pela manhã, essa receita ajuda a desinchar a barriga, só atente para não misturar demais para não quebrar as fibras.
Mastigue os alimentos extremamente devagar, pois assim comerá menos, diminuirá o estômago e o inchaço na barriga porque quando se mastiga devagar o organismo manda mensagem ao cérebro que o seu corpo já está satisfeito e com isso você come menos e tem a sensação de saciedade muito mais rápida.
Comer sempre salada crua sem molhos, somente azeite e tempero, junto com uma leve porção de carboidratos e uma porção de proteína, pois essa combinação tem todos os nutrientes necessários para manter o corpo com energia durante o dia inteiro e, além disso, tem a capacidade de desinchar o estômago.


Chás para desinchar a barriga


Apesar de muitas mulheres serem propensas a retenção de líquidos, deixar a barriguinha mais sequinha pode ser possível a todas que tenham força de vontade, basta fazer uso de algumas armas que podem auxilia-la nessa empreitada, confira:
  • Chás de cavalinha
  • Cabelo de milho
  • Pata de vaca
  • Chapéu de couro
São considerados poderosos diuréticos, por isso ajudam a desinchar, você pode variar entre eles ou adotar um para consumo, basta deixar em repouso em água quente por dez minutos, coar e consumir, porém com prudência, o bom senso deve sempre prevalecer.
Sabe-se que todos eles vêm da mesma erva a Camellia sinensis que se popularizou por ser emagredecedora e por acelerar o metalismo favorecendo a eliminação de toxinas e retenção de líquidos, possui um antioxidante muito alto, que combate radicais livres e evita o envelhecimento precoce.
Algumas diferenças entre os chás emagrecedores mais conhecidos:

Chá verde – são utilizadas as folhas mais velhas, não sofrem tanta oxidação, seu chá apresenta uma coloração esverdeada e seu gosto é forte e amargo.

Chá branco – este chá é elaborado pela infusão das folhas mais novas, não sofre tanta oxidação, seu sabor é mais suave em relação aos outros, porém não apresenta tanta substância ativa.

Chá amarelo – a produção deste chá é parecida com a do chá verde, porém sua secagem é bem mais lenta, suas folhas devem permanecer úmidas até tornarem-se amarelas.

Chá vermelho – dentre todos é que apresenta princípios ativos mais acentuados, conhecido como o “devorador de gorduras”, para chegar ao ponto de produção do chá suas folhas passam por um processo de fermentação seu gosto, porém, é mais forte e acentuado.
O melhor horário para fazer uso dos chás são entre as refeições, pois alguns ajudam na inibição do apetite, agora quem está pensando em tomar litros de chá, esqueça, não existe fórmula milagrosa. E lembre-se, antes de iniciar qualquer tratamento para emagrecer, procure orientação de especialistas mais indicados como médicos e nutricionistas.

Suco de linhaça para emagrecer

Trata-se de uma fórmula desintoxicante composta por linhaça, uma fruta de baixo teor calórico e gergelim.
Como sabemos a linhaça é um alimento importantíssimo para saúde e espetacular nos tratamentos de prevenção contra os quilinhos extras, pois contém ômega 3 e 6, que previnem doenças do coração e também o mal de Alzheimer, além de proteínas e vitaminas essenciais ao organismo como A, E, B1 e B6, que combatem o envelhecimento precoce da pele, também fibras, lignana e fitoestrogênio, substâncias que ajudam a reduzir o apetite e por consequência as células gordurosas, já os ácidos graxos controlam a taxa de colesterol no sangue e reduzem a pressão arterial, ainda aliviando os sintomas da artrite.
Cientificamente já está comprovado que a linhaça ajuda a emagrecer, pois suas fibras absorvem a água, formando assim uma espécie de gel que promove a sensação de saciedade por muito mais tempo, além de contribuir para o bom funcionamento intestinal.
As opções para consumo da linhaça são inúmeras, além do suco podemos consumir a linhaça com iogurte, em sucos e vitaminas, em saladas, feijão e misturada a pães e bolos. A única recomendação feita pelos nutricionistas é triturá-la no liquidificador, pois quando consumida inteira ela passa intacta pelo trato intestinal, não promovendo assim seus benefícios.
Quanto a consumir linhaça marrom ou dourada, trata-se apenas de uma questão de gosto pessoal, pois a dourada tem a casca mais fina e sabor mais suave, já a marrom possui a casca mais dura e mais resistente, além de um gosto mais acentuado, mas tanto uma como a outra possuem as mesmas propriedades.
Importante ressaltar que em matéria de emagrecimento milagres não existem, por isso de nada valerá beber baldes de sucos se não houver uma mudança radical em seus hábitos alimentares, pois o sobrepeso geralmente vem pela forma inadequada de nos alimentarmos e pelo sedentarismo, por isso fazer uso de sucos isoladamente sem aliá-los a uma dieta saudável e a prática de alguma atividade física não auxiliará em nada a perda de peso.

Importante também nunca substituir nenhum refeição, sendo que o suco de linhaça deve ser consumido somente á noite, após o jantar, vamos aos ingredientes:
>> Uma laranja sem casca, ½ copo de água, uma colher de sopa de linhaça e uma colher de sopa de gergelim branco em grão.
Basta bater todos os ingredientes no liquidificador e consumir, importante não coar o suco.

A laranja além de ser rica em vitamina C ainda reduz o apetite e engana a fome devido as suas fibras presentes na parte branca da fruta. Já o gergelim branco possui ação antioxidante, além de ser fonte de lignanas, combatendo inclusive muitos cânceres associados aos hormônios.
O suco de linhaça além de refrescante pode auxiliar na perda de peso, desintoxicando e ainda tonificando a pele, porém não adianta tentar acelerar o emagrecimento consumindo de forma exagerada a linhaça, pois tudo em excesso torna-se prejudicial à saúde.


Erva-doce


Quem já não tomou um chazinho de erva-doce para melhorar as dores estomacais? Acho que quase todo mundo já provou essa gostosa infusão, né. Pois saiba que essa plantinha – também conhecida como funcho e anis – pode ajudar a emagrecer! É que ela é diurética e, por isso, combate o inchaço, contribuindo para a perda peso. Também é rica em fibras, o que ajuda a  aplacar a fome. Além disso, é pouco calórica: 100 g têm só 28 calorias.
E os benefícios não param por aí! Essa verdura é calmante e auxilia em casos de asma, bronquite e tosse crônica. É bastante usada como anti-inflamatório. Quer mais? Regula a pressão arterial e reduz o risco de câncer de mama e ovários. Também combate os desconfortos gástricos e intestinais. Também é boa opção para aliviar gases.
Mas atenção! Durante a gravidez, é recomendado evitar o consumo excessivo da erva-doce. É que suas sementes podem desencadear contrações e levar ao aborto. Por isso, futuras mamães, cuidado!

Farinhas que emagrecem

As farinhas que auxiliam no processo de emagrecimento tem se tornado cada vez mais populares, por serem práticas, fáceis de serem encontradas e o melhor, são baratas. Ricas em fibras, vitaminas e minerais, eliminam peso de forma saudável, sem comprometer a saúde do organismo, saciam a fome e ainda equilibram o metabolismo, reduzindo assim a absorção de açúcar e gordura pelo organismo, regulando o apetite, pois atrasa o esvaziamento gástrico, ou seja, a fome demora mais a aparecer e ainda de quebra, as farinhas fazem uma verdadeira “limpeza” no organismo, eliminando as toxinas responsáveis em emperrar as dietas.
São várias as opções, farinha de banana verde, de maracujá, de linhaça, de berinjela, de frutas e cereais, são as mais utilizadas e conhecidas hoje em dia, porém antes de você pensar que encontrou mais uma maravilha do mundo moderno é preciso atenção, pois para tornarem-se saudáveis as farinhas devem ser usadas criteriosamente e conscientemente, como sabemos, em matéria de emagrecimento milagres não existem, portanto de nada adiantará comer uma bela feijoada acompanhada de uma colher de farinha, para se obter o efeito esperado é preciso cortar os exageros a mesa, procurando por orientação médica e nutricional.

Para potencializar a perda de peso deve-se manter uma atividade física, vale até aquela caminhada de trinta minutos em torno do quarteirão em dias alternados, o importante é ter a consciência que se não houver mudanças de hábitos saudáveis a farinha de nada valerá.
Você deve escolher uma farinha e consumi-la diariamente, pode ser com iogurte, suco, polvilhado na salada, na sopa, não importa, o ideal é consumir duas colheres de sopa diariamente, dependendo da reação de seu organismo pode-se chegar até três, porém não exceda a essa quantia, para que as fibras não causem efeito contrário, dificultando o funcionamento do intestino em vez de ajuda-lo e não se esqueça de ingerir pelo menos dois litros de água por dia.

Você também poderá fazer uma alternância entre as farinhas escolhendo dois ou três tipos, assim garantirá nutrientes diferentes ao organismo, porém ao comprá-las esteja atenta a alguns cuidados, por exemplo, não compre farinhas sem identificação do produto ou se o modo de armazenamento estiver inadequado, pois alguns tipos de farinha podem se oxidar se tornando inadequadas para o consumo.

Conheça agora um pouco mais sobre cada uma delas:

Farinha de maracujá - Rica em pictina presente em sua casca impede a absorção da gordura, no estômago a pictina transforma-se numa espécie de gel causando sensação de saciedade por mais tempo, diminuindo a fome.

Farinha de banana verde - Essa farinha é capaz de diminuir a carga glicêmica das refeições, por isso evita os picos de açúcar no sangue, evitando também o aumento da produção de insulina, seu forte é um amido resistente que no intestino alimenta as bactérias do bem, com o intestino funcionando melhor a perda de peso se torna mais acelerada e efetiva.

Farinha de linhaça - A linhaça enquanto farinha é a mais eficiente para quem busca um cinturinha de pilão, possui em sua semente ômega 3 o que torna as células menos inflamadas, interfere diretamente na leptina, hormônio responsável em controlar o apetite.

Farinha de berinjela - Por conter até dez vezes mais fibras que a berinjela in natura, ajuda a tirar a fome.

Farinha de frutas e cereais - Trata-se de um mix feito através das cascas da uva e da maçã e das sementes de linhaça, quando chegam ao estômago, essas fibras regularizam a leptina, controlando o apetite e ainda equilibram os níveis de insulina presentes no organismo.
Você pode encontrar facilmente as farinhas em casa de produtos naturais ou até mesmo em supermercados, escolha a sua e combine-a a um cardápio leve, dessa forma em pouco tempo estará entrando naquele jeans. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...