Raça de gato - Javanês

Há muitos anos, de uma ninhada de siameses nasceram uns exemplares de pêlo longo, o que indicava que havia ocorrido uma mutação ou que havia emergido um gene recessivo, que até o momento não se havia manifestado.

Um criador norte-americano da Califórnia se dedicou durante a década de 40 a perpetuar a modificação com o fim de que perdurasse e se convertesse em uma variedade; graças aos seus esforços atualmente é reconhecida em quase todos os clubes de gatos do mundo. Herdou a inteligência e o caráter forte do Siamês.

São chamados Balineses ou Javaneses não porque provenham da Indonésia, mas sim porque sua forma graciosa de mover-se recorda as danças típicas dessa região.
Muitos autores o classificam como uma variedade do siamês e não como uma raça propriamente dita.

É originário da Grã-Bretanha e resultou de um programa de criação que tentou recriar o Angorá tradicional em 1973. Os gatos sob esta denominação, são contudo alvo de alguma controvérsia, visto não existir uma unanimidade quanto às características iniciais que os distinguem.

Na América do Norte, o nome está associado a formas de Balineses que não apresentam os quatro tradicionais points dos Siameses, enquanto que na Nova Zelândia são as formas uniformes e manchadas que caracterizam o Javanês. Em 1984, a raça ganhou o estatuto de Campeão. Em Outubro de 1989 o nome da raça foi alterado de Angorá para Javanês para ficar mais conforme ao seu aspecto oriental. O Javanês foi recentemente introduzido nos Estados Unidos, onde já é um Supreme Grand Champion.

  • Origem: Grã-Bretanha
  • Esperança de vida: Mais de 15 anos
  • Classificação: Pêlo Semi-Longo
  • Evolução da raça: Siamês, Abissínio
  • Peso: 2 para 5 kg

 

Características


Cabeça - Cuneiforme, olhos orientais, inclinados na direção do nariz, orelhas grandes e amplas, com pontas arredondadas, focinho anguloso e cuneiforme, com um nariz reto.

Corpo - Longo e esbelto, contudo está dotado de boa musculatura. Extremidades delgadas, sendo mais altas as posteriores. Cauda longa e afilada.

Pêlo - Longo, fino como a seda, carente de sub-pêlo e também do colar característico nas raças de pêlo longo.

Cor - O Javanês Canela é o mais usual. A policromia é a característica mais evidente, podendo encontrar-se as cores: creme-claro, chocolate, azul, lilás. A variedade Javanesa são os Balineses que possuem manchas vermelhas. Tem os mesmos mantos que o Siamês, isto é, pointed (manchas escuras na cara, nas orelhas, nas mãos, nos pés e na cauda), que podem ser:

  • Seal (marrom escuro)
  • Chocolate (marrom claro ou cacau)
  • Blue (cinza-escuro azulado)
  • Lilac (cinza-rosado), com manto amarelo claro a creme.
  • Red Point: manto cor creme com pontos (points) de cor laranja avermelhado.
  • Cream Point: manto creme com pontos de cor marrom.
  • Tortie Point (carey point): manto amarelo com pontos escuros manchados de vermelho ou creme, só ocorre em fêmeas.
  • Blue-Cream Point: Manto branco com pontos azuis manchados de creme.
  • Lilac-Cream Point: manto branco gelo com pontos de cor cinza-rosado manchados de creme.

Caráter - Sociável, inteligente, saltador. Apresenta as características típicas de um gato oriental, sendo gracioso, ágil e amistoso.

Ambiente - Adapta-se a um apartamento, mas agradece a existência de um jardim ou terraço.

Cuidados - Penteado e escovação diários. O pêlo é menos propenso a formar nós que no caso do Persa, contudo é conveniente administrar quinzenalmente aceite de parafina ou creme de malta, para evitar a formação de tricobezoares.

Fonte: br.viarural.com / arcadenoe.sapo.pt

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...